Fraca procura por iPhone 14 obriga a reajuste na produção

Mónica Marques
Comentar

A Apple já recuou nos seus planos de aumentar a produção da nova série do iPhone 14, depois de constatar que a procura pelos modelos é mais fraca do que o esperado.

De acordo com notícias divulgadas hoje, a empresa de Cupertino abandonou a ideia de aumentar a produção do seu smartphone de topo em até seis milhões de unidades, reajustando não só as suas expetativas como também a produção de unidades.

Modelos Pro do iPhone 14 registam uma procura maior do que modelos não Pro

iPhone 14 Pro
O iPhone 14 Pro está à venda em Portugal a partir de 1.349 euros e o iPhone Pro Max tem um custo a começar nos 1.499 euros Crédito@Apple

A agência de notícias Bloomberg está a noticiar hoje que a Apple terá abandonado os seus planos de aumentar a produção da nova série iPhone 14. A empresa de Cupertino foi obrigada a tomar esta decisão devido à procura pelos modelos iPhone 14 ser menor do que inicialmente se esperava.

De acordo com a agência noticiosa, a Apple terá abandonado a ideia de aumentar a produção de até seis milhões de unidades, mantendo a produção de 90 milhões de unidades no segundo semestre deste ano. Por outras palavras, a marca vai produzir o mesmo número de exemplares que efetuou para a geração anterior iPhone 13.

Mas a Apple também recebeu boas notícias. A procura pelos modelos Pro – iPhone 14 Pro e 14 Pro Max – está a ser superior à dos modelos não Pro – iPhone 14 e 14 Plus. Nesse sentido e segundo os rumores mais recentes, a Apple está a redirecionar parte da produção dos modelos base para a produção de modelos premium.

Mas, como não podia deixar de ser, estas notícias afetaram já todas as empresas envolvidas na produção da nova série de smartphones. Tanto a Apple, como a fabricante de processadores TSMC registaram uma queda na bolsa tecnológica norte-americana Nasdaq.

Razões do sucesso dos modelos Pro e uma surpresa de vendas na série iPhone 14

Para os analistas de mercado, a procura pela nova série do iPhone 14 está a refletir a atual situação económica global. A empresa IDC aponta como principais responsáveis por esta procura reduzida a inflação global, o medo de uma nova recessão e a guerra na Ucrânia. A mesma empresa avança mesmo que a procura global por smartphones deverá registar uma queda de 6,5% este ano.

Os mesmos analistas apontam também as poucas alterações nos modelos não Pro para a fraca procura pelas versões. Nesse sentido, os utilizadores estão a procurar mais os modelos exatamente pela razão contrária, ou seja, serem os portadores das grandes atualizações, como a Dynamic Island que está a ter bastante sucesso entre os seguidores da Apple.

Mas os analistas falam também na possibilidade de a Apple registar uma surpresa nas vendas do iPhone 14 Plus. Segundo os mesmos, a oferta de uma melhor autonomia deste modelo não está a passar despercebida e pode levar muitos utilizadores a optarem por este terminal.

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira. Email:monicamarques@4gnews.pt