FIFA 21 não vai ter a popular celebração do Ronaldo! EA quer acabar com toxicidade no jogo

Vitor Urbano
Comentar

O FIFA é de longe o jogo de futebol mais popular de sempre em praticamente qualquer consola e PC. No entanto, nem tudo é um "mar de rosas" para a EA Sports, especialmente durante os últimos anos, onde viu uma grande alteração no tipo de atitude apresentada pela sua comunidade de jogadores.

Ao longo das últimas edições, o nível de toxicidade e comportamentos impróprios tem aumentado exponencialmente, levando o estúdio a tentar implementar diversas estratégias para tentar controlar a situação. Com o aproximar da data de lançamento do FIFA 21, continuam a surgir cada vez mais informações, e as mais recentes vão certamente deixar alguns jogadores bastante frustrados.

Uma das mais populares formas de tentar irritar os adversários é através da utilização de determinadas celebrações. Tendo perfeita noção disso mesmo, a EA Sports decidiu remover algumas das mais controversas do FIFA 21. Entre as várias celebrações que serão removidas, está a popular celebração do Cristiano Ronaldo, onde manda os adeptos e adversários acalmarem-se.

Quais as celebrações que serão removidas no FIFA 21

Além da celebração popularizada pelo Ronaldo, a EA Sports vai também remover o mítico "Shush" que é uma das melhores celebrações para deixar o teu adversário furioso. Existem ainda duas celebrações que serão removidas, a "A-OK" de Dele Alli e também o Dab popularizado por Paul Pogba.

Não foram reveladas mais informações concretas sobre outras possíveis alterações, mas a EA confirmou que irão fazer mais algumas alterações até ao lançamento do jogo. Certamente que irão também adicionar novas celebrações, que certamente irão acabar por servir para tentar desconcentrar os adversários.

Mas, não são apenas as celebrações que vão receber algumas alterações. Foi também confirmado que a cinemática dos jogadores a voltar ao centro do terreno após os golos irá ser removida, visto que não serve nenhum propósito.

Outra das estratégias mais populares (e mais frustrantes) que foi identificada como uma ação tóxica no jogo, é a perda de tempo, sendo possível obrigar o adversário esperar até 30 segundos em qualquer lance de bola parada.

Estes são os novos tempos máximos para cada situação:

  • Pontapé de saída: 10 segundos
  • Lançamento de linha lateral: 12 segundos
  • Pontapé de baliza: 15 segundos
  • Canto: 15 segundos
  • Penálti: 15 segundos
  • Livre: 20 segundos

Editores 4gnews recomendam:

Vitor Urbano
Vitor Urbano
Sempre de mão-dada esteve a tecnologia, o desporto e o mundo gaming. Por isso, se não estiver a escrever sobre o que de novo há no mundo da tecnologia, o mais provável é estar a jogar uma partida de Ultimate Team no FIFA 19.