Falha de segurança em site pornográfico deixa 1 milhão de utilizadores vulneráveis

Vitor Urbano
Comentar

Infelizmente, é cada vez menos a nossa surpresa com a chegada de notícias sobre falhas de segurança em plataformas online que deixam milhões de utilizadores com os seus dados pessoais expostos. A mais recente notícia chega do site pornográfico Luscious, que deixou mais de 1 milhão de utilizadores vulneráveis a ataques.

A descoberta foi feita pela equipa de investigadores da vpnMentor, que conseguiu aproveitar-se de uma falha de segurança no site para aceder a uma gigante lista de informação sobre os seus utilizadores.

vpnMentor falha de segurança site porno

Teor sensível da plataforma torna falha de segurança ainda mais grave

Considerando que este site apresentava-se como uma plataforma anónima para utilizadores partilharem conteúdo adulto, esta falha de segurança torna-se ainda mais grave. Uma vez que os seus dados privados, incluindo email, ficaram desprotegidos e de fácil acesso, podem ser vítimas de ataques phishing e até mesmo chantagem.

A equipa da vpnMentor revelou que conseguiram aceder livremente a uma base de dados com mais de 1 milhão de utilizadores, onde se encontrava um grande número de informação pessoal e sobre as suas atividades. Conseguiram aceder a todas as suas publicações, comentários e likes.

Para piorar ainda mais a situação, muitos dos emails encontrados continuam os nomes completos dos utilizadores, tornando extremamente fácil o aproveitamento da informação por parte de hackers.

Utilizadores na Europa foram os mais afetados

De acordo com os dados publicados no relatório, os utilizadores europeus foram os mais afetados. Na base de dados acedida pela vpnMentor, países como a França, Polónia, Rússia e Alemanha foram os que registaram mais utilizadores afetados:

  • Alemanha — 50,000 utilizadores
  • França — 40,000 utilizadores
  • Rússia — 35,000 utilizadores
  • Polónia — 20,000 utilizadores
  • Itália — 18,000 utilizadores
  • Canadá — 15,000 utilizadores
  • Brasil — 10,000 utilizadores

Desde que foi reportada a falha de segurança no dia 15 de agosto, a empresa confirmou que o site Luscious já corrigiu o problema. Embora não tenham sido encontrado indícios de que hackers terão acedido à base de dados, não há forma de garantir que mais de 1 milhão de utilizadores estejam em risco.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Vitor Urbano
Vitor Urbano
Sempre de mão-dada esteve a tecnologia, o desporto e o mundo gaming. Por isso, se não estiver a escrever sobre o que de novo há no mundo da tecnologia, o mais provável é estar a jogar uma partida de Ultimate Team no FIFA 19.