Facebook
Mark Zuckerberg, CEO do Facebook

O Facebook foi a última peça do tabuleiro, até ver, movida pela empresa de Mark Zuckerberg para, mais uma vez, aplicar o famoso cheque-mate ao Snapchat.

Vê também: Nokia 6: Vais poder comprar este Nokia fora da China

Esse pequeno fantasma já passou por situações bem melhores que as atuais e, depois de ao longo dos últimos meses ter visto o Instagram roubar-lhe terreno, e depois disso o Messenger, chegou agora a hora do Facebook.

   

De uma maneira ou de outra, as três redes sociais do grupo que, outrora, tentou comprar o Snapchat, estão a destruir esta última aos poucos. Deste modo, tal como vimos chegar aos nossos dias o Instagram Stories – uma funcionalidade que se pode dizer que foi bem sucedida -, também teremos um Facebook Stories.


Pois bem, esta funcionalidade, semelhante à do Instagram e, claro, do Snapchat, estará disponível para todos nos próximos meses. Atualmente, está em fase de experimentação por parte de um núcleo de pessoas reduzido. Tal como na aplicação do fantasma em fundo amarelo, o layout do Facebook é simples, divertido e à base de gestos muito comuns.

Se tudo isto parece algo que já vimos antes? Sim. Contudo, há uma pequena diferença. Se o Snapchat conta, atualmente, com cerca de 150 milhões de utilizadores ativos diariamente, o Facebook tem 1,8 mil milhões. Agora sim, o Snapchat pode estar em vias de ruir.

Caso não queira ver esse cenário acontecer, tem bom remédio. Há muito que a aplicação é como é, pouco otimizada e sem funcionalidades de maior. Talvez esteja na altura de inverter essa tendência.

Outros artigos relevantes:

Samsung Galaxy Tab S3 passa pela GFXBench

Huawei Mate 9 Porsche Design já disponível para pré-venda!

Xiaomi Mi 5C: Lançamento esperado em Fevereiro

ViaMSPoweruser
Desde cedo comecei a interessar-me pelo que podia fazer no computador. Porém, a grande paixão surgiu com o primeiro telemóvel e complementou-se com os smartphones. Nada há a dizer, são simplesmente fantásticos e úteis em todo o tipo de situações.