Facebook Messenger
Mark Zuckerberg e a sua plataforma Facebook Messenger

Publicidade é um tema controverso nos mais diversos meios, nomeadamente no Facebook, ou devo dizer, Facebook Messenger. Pois é, depois de introduzidas publicidades na aplicação de Facebook que mais de 1,5 mil milhões de pessoas usam diariamente, a empresa de Mark Zuckerberg fará o mesmo com a rede social dedicada à troca instantânea de mensagens de todo os tipos.

Contudo, embora muitos digam que são algo incomodativas, as publicidades do Facebook passam mais desapercebidas do que se pensava inicialmente. Afinal, há tanto post que é tão ou mais incomodativo que uma simples publicidade. Já no Instagram, as publicações promocionais já são bem mais visíveis e, ainda que tentadoras, por vezes, são ligeiramente incómodas.

Vê também: Como desinstalar um programa no PC sem deixar rasto?

   

E no Facebook Messenger? Como será? Ora, neste caso, é algo bastante relativo. Para quem falar sempre com as mesmas pessoas (ou grupos de pessoas), então as publicidades da aplicação passarão quase que invisíveis. Porém, para aqueles que têm uma atividade maior nessa rede social, acabarão por vê-las, constantemente. Porquê?

Porque as publicidades estarão posicionadas logo após as “conversas principais”, isto é, antes de “outras conversas”. Desse modo, quem usar mais a rede social tenderá, como foi dito anteriormente, a ver mais publicidade. E quando chegará esta incómoda atualização que trará aos utilizadores esta dispensável realidade?

Em breve, todos teremos publicidade na aplicação do Facebook Messenger…

Depois de ter vindo a ser testada na Austrália e Tailândia desde o início do ano, a atualização será disponibilizada para o resto do mundo nas próximas semanas, pelo que deverás contar com tais alterações. O interessante será ver, de facto, até que ponto este recurso – se assim lhe pode ser chamado – será tão útil quanto possível.

Outros assuntos relevantes:

ViaGSMArena
FonteVB
Desde cedo comecei a interessar-me pelo que podia fazer no computador. Porém, a grande paixão surgiu com o primeiro telemóvel e complementou-se com os smartphones. Nada há a dizer, são simplesmente fantásticos e úteis em todo o tipo de situações.