Facebook-Privacy-GuideEsta é daquelas notícias que pouco ou nada me surpreendeu. “I really saw that coming!” O Facebook Messenger é acusado de usar as nossas mensagens privadas para outros fins.

Já é bem sabido que apesar das várias tentativas do Facebook promover e supostamente garantir a privacidade dos seus utilizadores, Facebook (Facebook Messenger) e  e Privacidade são como água e azeite. Por mais que se agite não se misturam.

Desta vez um juiz do Estado da California, EUA intimou a rede social, afirmando que a rede social iria enfrentar um processo com base em acusações de violação de privacidade dos seus utilizadores.

   

O cerne da questão reside no suposto acesso e leitura das mensagens privadas dos utilizadores. Isto sem qualquer autorização prévia nesse sentido para depois usar essa informação e adaptar o conteúdo publicitário que poderia interessar à pessoa em questão. Basicamente o Facebook é acusado de ler as nossas mensagens privadas para escolher o tipo de publicidade que nos interessa consoante o que revelamos nas mensagens.Facebook-Privacy

Face a estas acusações o Facebook ripostou dizendo que não violou nenhuma lei e que a alegada intercepção de mensagens estava protegida e prevista numa excepção da “Electronic Communications Privacy Act” ou Convenção de privacidade nas comunicações electrónicas mas nem sequer referiu quais as leis ou alíneas em questão.

O juiz encarregada deste processo prontamente respondeu, dizendo que o senhor Zuckerberg e a empresa Facebook não deram qualquer informação ou argumentos com relevância jurídica. Não conseguiram justificar em que canto escuro da lei é que este scan das mensagens privadas estava protegido pela letra da lei.

Excepções à regra, sim, muito bem Facebook, já agora, que mais subterfúgios tens na manga?

É ainda muito cedo para indagar sobre o desfecho desde caso mas conseguem-se adivinhar duas hipóteses. A primeira consistindo na obrigação do Facebook indemnizar os usuários pelo acesso sem autorização ao seu conteúdo privado. A segunda e talvez a mais recomendável seria a definitiva mudança comportamental da rede social, pode ser que seja desta vez que o Facebook deixa de espreitar e aproveitar tudo o fazemos ou dizemos nos seus serviços e plataformas.

Uma coisa é certa, seguirei com atenção este caso e além disso não uso, nem recomendo o uso do Facebook Messenger. Queres saber como te podes livrar dele mas continuar a utilizar o chat à moda antiga?

 

Download do ficheiro

Talvez queiras ver:

Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).