Facebook começa a implementar o Dark Mode! Vê as diferenças!

Filipe Alves
Comentar

O Facebook é sem questões uma das aplicações mais utilizadas no mundo. Por isso é que qualquer mudança ao design é pensada mais do que uma vez.

Com a integração do Dark Mode (Modo escuro) em várias aplicações nos últimos tempos, o Facebook poderá ser a próxima a receber esta novidade. Como era de esperar, as mudanças não são drásticas, porém, dão um toque diferente à tua aplicação.

Assim será o Facebook com Dark Mode

Facebook Dark Mode

Como podes ver as mudanças são poucas. As diferenças passam por mudar o "branco" pelo "preto". Podemos também perceber que a tonalidade escura não é propriamente "preta". É uma pena porque dessa forma pouparia ainda mais bateria no smartphones.

Ou seja, existem várias tonalidades de preto. Nos ecrãs AMOLED, quando mais escuro for melhor. Isto porque os pixels naquela zona estão totalmente desligados e poupa consideravelmente mais bateria no smartphone.

Facebook Dark Mode

Como podemos observar o Dark Mode do Facebook será ligeiramente acinzentado. Conseguimos perceber isso pelo logo do "GoalCast" que está acima onde vemos um fundo verdadeiramente preto.

Assim sendo, espera que o teu smartphone vá poupar mais bateria na utilização do Dark Mode do Facebook, porém, não esperes a mesma poupança que noutras Apps que realmente utilizam o "verdadeiro" Dark Mode.

Quando chegará o novo design do Facebook

FACEBOOK DARK MODE

Ainda não há datas concretas. Lembro que o WhatsApp, que também faz parte do Facebook, já está há uns bons meses com a possível implementação da característica mas está a demorar mais do que o esperado. Como referi, quando é uma aplicação que está no smartphone de milhões e milhões de pessoas, todos os pormenores devem ser ponderados.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.