Facebook: bug no sistema de anti-spam bloqueou conteúdo fiável sobre o Coronavírus

Vitor Urbano
Comentar

No início desta semana começaram a surgir dezenas de relatos sobre partilhas no Facebook a receberem o "selo" de spam, apesar de serem de fontes reconhecidas e fiáveis. Como seria de esperar, muitas das notícias que foram bloqueadas estavam relacionadas com o assunto que está na ordem do dia, coronavírus (COVID-19).

De acordo com um dos altos executivos do Facebook, Guy Rosen, este problema esteve exclusivamente relacionado com um bug no sistema de monitorização automática. Rosen garantiu que estes problemas em nada estavam relacionados com a gestão feita dos recursos humanos da empresa.

Facebook agiu rapidamente e corrigiu o bug em "tempo recorde"

Pouco tempo depois de informar que a equipa do Facebook já estava a resolver o problema, Guy Rosen confirmou que o bug foi identificado e corrigido. Além disso, todas as publicações que foram bloqueadas incorretamente foram restauradas, salientando que afetou conteúdo sobre diversos temas e não exclusivamente sobre o COVID-19.

No passado mês de janeiro, o Facebook anunciou que iriam apertar o cerco à propagação de notícias falsas sobre o Coronavírus, juntando-se à Google, LinkedIne, Microsoft, Reddit, Twitter e YouTube nesta difícil batalha.

Apesar das várias medidas colocadas em prática, um recente relatório publicado pela Ranking Digital Rights concluíu que a atual abordagem do Facebook não será eficaz. De acordo com a empresa, as medidas colocadas em prática não serão capazes de eliminar a propagação de fake news e informação incorreta sobre o COVID-19.

Editores 4gnews recomendam:

  • WhatsApp para Android: mensagens "auto-destrutivas" já aparecem na versão beta!
  • Facebook vai doar 100 milhões de dólares para ajudar pequenos negócios
  • Houseparty: esta app é a tua melhor amiga durante a quarentena
Vitor Urbano
Vitor Urbano
Sempre de mão-dada esteve a tecnologia, o desporto e o mundo gaming. Por isso, se não estiver a escrever sobre o que de novo há no mundo da tecnologia, o mais provável é estar a jogar uma partida de Ultimate Team no FIFA 19.