A Samsung apresentou oficialmente a mais recente geração dos seus processadores Exynos no final de fevereiro. O novo Exynos 8895 será o novo topo de gama da marca sul-coreana em termos de processadores para smartphones e deverá, ainda, fazer parte do novo Samsung Galaxy S8 a ser apresentado daqui a duas semanas.

Vê também: Galaxy S8: Cartaz desfaz (algumas) das dúvidas sobre data de lançamento

   

Os processadores de topo da Samsung são desde sempre conhecidos pela sua excelente performance e de ombrear com os tubarões do mercado. Portanto é de esperar que esta nova geração não venha envergonhar as suas antecessoras.

Mas enquanto o novo Exynos 8895 não é lançado para o mercado, em nenhum equipamento para que o possamos testar, o mesmo passou já pela Geekbench deixando-nos um cheirinho do que estará por vir. Este novo SoC passou pelo conhecido teste de performance incorporado no novo Galaxy S8+, com 4GB de RAM, mas foquemo-nos mais nos seus resultados.

Como podes verificar, o novo Exynos 8895 foi capaz de alcançar a pontuação de 1978 em single-core, ao passo que quando testado na totalidade dos seus núcleos foi capaz de atingir os 6375 pontos. Estes são resultados muitos bons, e para teres uma noção disso mesmo farei agora uma comparação com alguns dos seus diretos concorrentes.

Exynos 8895 vs Snapdragon 835

Em primeiro lugar, comparemos este SoC com o novo Snapdragon 835 da americana Qualcomm. Este último, que fará também parte integrante do novo Galaxy S8, foi capaz de alcançar em testes semelhantes resultados de 2004 num único núcleo e 6233 com todo o seu poder de processamento.

Vale a pena referir que o SoC da Qualcomm possui uma ligeira vantagem em termos de frequência, com este a correr a 1.9GHz, ao passo que o Exynos 8895 corre a 1.69GHz. Porém, esta diferença apenas se repercutiu nos testes de single-core, mostrando-nos a excelência do produto da Samsung.

Exynos 8895 vs Kirin 960

Já tomando como termo de comparação no novo Kirin 960, que equipa os novíssimos Huawei P10 e P10 Plus, vemos novamente resultados muito similares. Neste caso, o SoC da Huawei foi até capaz de obter melhores resultados nos testes de multi-core, com uma pontuação de 1978 e 6375 em single e multi-core respetivamente.

Apesar de algumas pequenas diferenças entre estes três SoC´s de topo para o mercado dos smartphones, podemos verificar que os mesmos serão capazes de proporcionar aos utilizadores performances semelhantes. Isto tudo para vincar que, mais uma vez, a Samsung foi capaz de criar um processador próprio que é mais do que capaz de combater ombro-a-ombro com os produtos da Qualcomm, que tem reunido a preferência dos utilizadores por esse mundo fora.

Outros assuntos relevantes:

LG G4 e V10: Problemas de “bootloop” dão origem a processo judicial

Huawei P10 Lite já foi apresentado de forma oficial

Produção da Playstation 3 será terminada no Japão!