Exynos 2200 desilude nos primeiros testes de benchmark conhecidos

Carlos Oliveira
Comentar

A Samsung revelou hoje o seu mais recente processador Exynos 2200 que será utilizado na versão internacional dos Samsung Galaxy S22. Este era visto com um dos mais promissores processadores da coreana devido à colaboração com a AMD.

Poucas horas após a apresentação oficial do Exynos 2200, surgiram os primeiros resultados de benchmark ao componente. E infelizmente para a Samsung, os números continuam abaixo do que o seu maior concorrente (Snapdragon 8 Gen 1) consegue oferecer.

Exynos 2200 continua abaixo do Snapdragon 8 Gen 1 em todas as frentes

Os primeiros resultados foram divulgados pelo leaker Ishan Agarwal em colaboração com a publicação MySmartPrice. Segundo o que é divulgado, o veículo foi o Samsung Galaxy S22 Ultra e cobre as principais plataformas de benchmark do mercado.

Os resultados comprovam que ainda não foi desta que a sul-coreana conseguiu desenvolver um SoC capaz de se equipar ao semelhante da Qualcomm. O problema é que os Galaxy S22 serão distribuídos em alguns mercados com o Snapdragon 8 Gen 1, ao passo que noutros com o Exynos 2200.

Plataforma Exynos 2200 Snapdragon 8 Gen 1
AnTuTu 965.874 977.613
Geebenck single-core 1.108 1.235
Geebenck multi-core 3.516 3.837
GFXbench Aztec (GPU) 109 FPS 139.25 FPS

A tabela acima faz uma breve comparação dos resultados conhecidos de ambos os processadores que equiparão os Samsung Galaxy S22. Uma vez mais, tudo indica que a variante com o processador da Qualcomm será mais vantajosa.

Em todas as plataformas de avaliação de desempenho de smartphones vemos uma sobreposição dos valores amealhados pelo Snapdragon 8 Gen 1. Embora sejam utilizados os mesmos núcleos em ambos, constata-se uma melhor otimização de recursos no SoC da Qualcomm.

A colaboração da AMD, com a implementação da sua tecnologia RDNA 2 na gráfica do Exynos 2200, não parece surtir o efeito ambicionado. Até neste parâmetro verifica-se uma vitória do componente desenvolvido pela americana.

Note-se que a Samsung promete trazer tecnologias como ray tracing para os smartphones que venham equipados com o Exynos 2200. Uma promessa que não vigora na lista de ofertas do Snapdragon 8 Gen 1.

O importante agora é esperar pelo lançamento dos Galaxy S22 e verificar se estas diferenças terão impacto na utilização dos smartphones. À primeira vista vemos que o novo processador da Samsung continua a desiludir e isso poderá ser suficiente para afastar alguns potenciais compradores.

Editores 4gnews recomendam:

  • Samsung anuncia o chip Exynos 2200 com gráficos AMD para os Galaxy S22
  • Samsung Galaxy S22 chega com Galaxy Tab S8 num evento que promete animar o mundo tecnológico
  • Samsung Galaxy S22: este é o preço do novo carregador a 65W
Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.