Estes são os processadores de smartphones Android mais potentes do momento

Filipe Alves
Comentar

Quando se escolhe um novo smartphone Android temos de olhar sempre um pormenor que muitos não fazem ideia que é importante. Falo, obviamente, do processador que está dentro do equipamento.

O telemóvel até pode ter 6GB de memória RAM e 256GB de armazenamento interno. Se o processador não for de qualidade, é garantido que passado pouco tempo andará aos soluços.

Os melhores processadores de smartphones Android do momento segundo o AnTuTu

Processador Pontuação
Qualcomm Snapdragon 865 5G 401.108
MediaTek Dimensity 1000+ 341.714
Qualcomm Snapdragon 855+ 327.796
Huawei Kirin 990 5G 307.979
Qualcomm Snapdragon 855 307.662
Huawei Kirin 990 300.761
MediaTek Dimensity 1000L 292.480
Huawei Kirin 980 257.720
Huawei Kirin 985 5G 252.788
Qualcomm Snapdragon 820 249.151

De acordo com a nova lista do AnTuTu BenchMark, estes são os melhores processadores do momento com médias de benchmark. Vale a pena referir que o novo Qualcomm Snapdragon 865 Plus não consta na lista por não ter dados suficientes para ser avaliado.

Porém, podemos presumir que quando constar, estará no topo da lista. Visto que o novo chip é uma melhoria ao Snapdragon 865, é normal que tal aconteça.

Ausência dos Exynos da Samsung

smartphones

Não estranhes se não vires os Exynos da Samsung. Esta é uma lista de processadores em smartphones Android que são vendidos na China. Ou seja, a Samsung (vende pouco na China) e utiliza os chips da Qualcomm para os seus smartphones. Assim sendo, os Exynos não entram nesta lista da AnTuTu Benchmark.

Ainda assim, os processadores Exynos são simples de perceber. Se está num topo de gama, o chip tem uma qualidade equivalente ao processador lançado pela Qualcomm na mesma versão do smartphone. Ou seja, o Exynos 990 é equivalente ao Snapdragon 865. Ambos chegaram no Galaxy S20.

Editores 4gnews recomendam:

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.