Fonte: depositphotos

A bem conhecida Kantar apresentou os números relativos às vendas totais (em percentagem) relativas a smartphones no mês de novembro de 2016 e compara esses valores com os do período homólogo.

De acordo com os dados da tabela, nas diferentes regiões apresentadas assiste-se a dois padrões distintos que tornam toda a sua análise mais interessante. Nalgumas das regiões o sistema operativo Android mostra aumentos significativos face ao mesmo período do ano anterior, noutras é o iOS que cresce bastante.

   

Olhando, primeiramente, para os países europeus analisados, e começando pela Alemanha, apenas se regista crescimento de vendas de smartphones com um sistema operativo – o Android. Tanto iPhones, como smartphones Windows e outros tantos deram lugar a novos smartphones que correm a plataforma da Google. Em Itália, por sua vez, o Android também cresce, mas bem menos, uma vez que divide o protagonismo para o iOS da Apple – que, neste país, cresce mais do dobro do Android.

Já nos restantes países europeus em análise, no mês de novembro de 2016, face a novembro de 2015, o Android cresceu menos ou decresceu até face ao iOS da Apple. O país onde isso ficou mais explícito foi na Grã-Bretanha – iOS aumentou 9,1 pontos percentuais e está agora apenas a 1,3 pontos percentuais de se tornar o sistema mais utilizado.

De facto, o que aconteceu na Grã-Bretanha exprime aquele que seria um cenário pouco realista há uns anos, dado que o Android sempre se manteve na dianteira por larga vantagem. Já na Austrália, por exemplo, também se regista mais um crescimento desta plataforma.

fonte: depositphotos

Voltando os olhos para o Oriente, na China foi o Android o mais bem sucedido. Face ao mesmo período do ano anterior, a quota de mercado do sistema da Google foi o único que aumentou, em prol do decréscimo das restante categorias. No país do Sol Nascente, já o cenário é oposto e o iOS vinca ainda mais o facto de ser o sistema maioritário e líder de vendas.

Por fim, o mercado americano. Os Estados Unidos da América são, indicam, em larga medida, o caminho a seguir e, mais uma vez, o iOS ganhou larga vantagem do Android (e também do Windows Phone). Notas complementares da Kantar indicam até que isso se deveu à elevada procura de iPhones 7 e 7 Plus nessa altura.

Porém, e deixando um pouco de parte os dois sistemas mais bem sucedidos das tabelas, em terceiro lugar aparece o Windows Phone que, em todas as regiões, à exceção do Japão, apresenta decréscimos no Market Share. Mais, os dados da Kantar mostram ainda que a plataforma da Microsoft tem agora menos de 1% de quota de mercado no país da empresa de Redmond.

Assim, e como conclusão final, o Android continua a crescer naquele que é o país mais povoado do mundo mas, não deve, de todo, descorar os restantes – como os países europeus. O iOS está no bom caminho, quer se queira quer não. A Apple com dois (ou três) smartphones por ano vai conseguindo debater-se com as dezenas de fabricantes Android, o que é bastante bom. Por fim, chegou a altura da Microsoft tomar uma providência e de olhar para estes dados e pensar o que deverá fazer a seguir. Caso contrário, nem consumidores nem programadores olharão para a plataforma.

Talvez queiras ver:

Apple e Carl Zeiss a trabalhar nuns óculos de realidade aumentada?

Novo render mostra-nos como poderá ser o Samsung Galaxy S8

Android Nougat chegará em breve aos Samsung Galaxy S7 e S7 Edge

ViaMSPoweruser

Desde cedo comecei a interessar-me pelo que podia fazer no computador. Porém, a grande paixão surgiu com o primeiro telemóvel e complementou-se com os smartphones. Nada há a dizer, são simplesmente fantásticos e úteis em todo o tipo de situações.