Este smartwatch vai ser diferente de tudo o que já vimos

Mónica Marques
Comentar

Já se sabia que a Meta, ex-Facebook, está a trabalhar no seu próprio smartwatch, mas agora novas informações dão conta de que o modelo pode ser diferente de tudo o que já vimos neste segmento.

Tudo porque pode vir equipado com um ecrã giratório destacável e três sensores de câmara.

Informações anteriores davam conta de que o smartwatch Meta ia incluir dois sensores de câmaras

Patente smarwatch Meta
Neste esboço incluído na patente, o smartwatch da Meta tem um design inspirado no Apple Watche Series 7 Crédito@Gizchina

Foi em fevereiro de 2021 que começaram a sair as primeiras notícias sobre o smartwatch da Meta, anteriormente conhecida por Facebook. Na altura, avança-se que seria um modelo Android, otimizado para as aplicações Instagram, Facebook Messenger e WhatsApp. Especificações óbvias, mas pouco atraentes.

Mas eis que passado algum tempo, mais especificamente em 2021, surgem rumores de que o smartwatch de Zuckerberg iria integrar duas câmaras, uma para as videochamadas e uma segunda para captar fotos e vídeos, ao estilo da GoPro. Agora já estamos a falar de características mais atraentes.

Mas agora foram revelados mais pormenores e, a confirmarem-se, o smartwatch da Meta pode trazer consigo inovações nunca antes vistas em nenhum modelo deste segmento. As novas informações foram retiradas de documentação referente a um pedido de patente à entidade WIPO, que foi agora publicada online e detetada.

Smartwatch Meta com três sensores de câmara e um ecrã giratório e destacável

Patente smartwatch Meta
Num segundo esboço da patente do smartwatch da Meta, o design remete já para o Samsung Galaxy Watch4 Crédito@Gizchina

E, para surpresa de todos, o pedido de patente fala em três sensores de câmara e um ecrã giratório destacável incluídos no smartwatch da Meta. Isto sim, são especificações bastante apelativas e, sobretudo, nunca antes vistas num modelo de relógio inteligente.

Claro que o destaque vai diretamente para o ecrã destacável que, de acordo com a patente, pode "girar ao redor do perímetro para ajustar a orientação da câmara". Por outras palavras, ao girar o ecrã, o utilizador pode trocar a objetiva na frente do sensor e alterar o ângulo de visão.

Infelizmente, não foram avançadas informações sobre se o smartwatch da Meta vai incluir funcionalidades de Realidade Virtual e Realidade Aumentada, mas tendo em conta a concentração de esforços da empresa no metaverso, poderemos vir a ser ainda mais surpreendidos por este smartwatch.

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira.