snapchat

Ao longo dos últimos tempos o Snapchat tem sido refinado com novas funcionalidades. Agora, apesar de toda a subjectividade que um estudo estatístico traz articulada, o Snapchat passou a ser entre as camadas mais jovens a rede social mais popular. O estudo foi levado a cabo pelo Piper Jaffray e teve como amostra 6500 teenagers norte-americanos. O Facebook já era para velhos, agora juntam-se a ele o Twitter e o Instagram.

Vê ainda: iPhone cada vez mais popular do que os Android’s entre os jovens

   

Em termos numéricos o Snapchat representou 28% dos votos, o Instagram conseguiu 27% seguido do Twitter e do Facebook. O último lugar foi para o Google+ que obteve uns míseros 1% tendo mesmo sido ultrapassado pelo Tumblr e pelo Pinterest com 2% cada um.

Provavelmente, o futuro está nas aplicações. Até mesmo para as redes sociais. Não é por acaso que a rede social mais popular entre os teenagers só existe numa aplicação; ou seja, não é possível conferir as novidades do Snapchat através de um website, tal como acontece desde sempre com o Facebook e o Twitter e, precariamente, com o Instagram.

Vê ainda: Google Live Cases: a derradeira personalização de capas

A tendência é curiosa, pois revela que o interesse entre as camadas mais jovens se prende mais com uma rede social que lhes permita aceder a conteúdo de imagens e vídeos rápidos e curtos do que algo baseado em texto e com carácter permanente.

Mas, lá está, nestes estudos de amostragem há que ter cuidado com as generalizações, pois certamente que há excepções. Todavia, uma coisa é certa: as excepções confirmam a regra.

Talvez queiras ver: