Estas são as 3 grandes mudanças do Instagram para 2022

Bruno Coelho
Comentar

A notícia apareceu de surpresa neste mês de dezembro para os fãs do Instagram. A rede social anunciou que, a partir de 2022, voltaria a dar aos utilizadores a oportunidade de verem o mural por ordem cronológica.

Para os primeiros utilizadores escolhidos para testar as 3 grandes mudanças do Instagram para 2022, a espera terminou. Em comunicado feito no Twitter, o líder do Instagram, Adam Mosseri, explica os três diferentes modos que terás no Instagram a partir deste ano.

Testing Feed Changes 👀We’re starting to test the ability to switch between three different views on your home screen (two of which would give you the option to see posts in chronological order):- Home- Favorites- FollowingWe hope to launch these soon. More to come. ✌🏼 pic.twitter.com/9zvB85aPSp

— Adam Mosseri (@mosseri) 5 de janeiro de 2022

Modo ‘Home’

Esta é a experiência de Instagram que conheces da atualidade. Nesta, a rede social organiza o conteúdo baseado no interesse que podes ter em cada publicação. Desta forma podes ver o que o Instagram acha que é importante para ti primeiro, de contas que segues ou podes querer seguir.

Modo ‘Favoritos’

Neste modo poderás fazer uma lista das contas que

não queres perder pitada. Sejam os teus melhores amigos ou os influenciadores que mais gostas de seguir, neste segmento estará tudo reunido segundo as tuas escolhas.

Modo ‘A seguir’

Este é o modo que recupera a experiência inicial do Instagram. É uma lista cronológica de publicações apenas de contas que segues. Se queres ver as últimas das contas que mais te interessam, este será o modo a escolher.

Os testes com estes modos já começaram, e vão decorrer durante as próximas semanas. Adam Mosseri afirma que as novidades devem ficar disponíveis para todos os utilizadores até meados de 2022.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.