Estás à espera do Xiaomi Pocophone F2? Temos más notícias para ti!

Filipe Alves
Comentar

O Xiaomi Pocophone F2 é um dos smartphones mais esperados da Xiaomi este ano. Contudo, parece que as coisas tomaram um rumo diferente. Segundo as mais recentes informações, o smartphone não será revelado este ano para dar prioridade à Redmi e ao Redmi Note 8. Em vez disso, é possível que tenhamos um Xiaomi Pocophone F2 só para o ano.

Quem o disse foi um dos executivos da pequena equipa da Poco na Índia. Quando entrevistado pelo 91Mobiles (em Híndi), o executivo referiu que a marca não morreu e que é totalmente independente da Xiaomi.

Xiaomi Pocophone F2

Xiaomi Pocophone F2 só para 2020

Porém, também soube avaliar o caso de forma diferente. A Xiaomi está a dar mais valor à Redmi nos últimos tempos. Mesmo na Índia, onde a Pocophone foi desenhada para entrar.

Q- There are rumors in the market that POCO series has been discontinued & POCO's replacement is Redmi K20 Series. Is it true?A- No it's not. @IndiaPOCO has it's own team, it's not managed by @XiaomiIndia. Xiaomi manages Mi series & Redmi series.Video from @91mobiles (1/2) pic.twitter.com/41BrpN3NXj

— #MiFan Sudhanshu Ambhore (@Sudhanshu1414) 29 de julho de 2019

Depois do Redmi K20 e K20 Pro (conhecidos como Mi 9T e Mi 9T Pro na Europa) serem revelados de forma oficial, não tem fundamente lançar um Pocophone F2 possa vir, em certos aspetos, ser inferior ao topo de gama da Redmi.

Apontou ainda que a Poco é uma marca pequena e que ainda depende seriamente da Xiaomi para a distribuição dos seus produtos. Dessa forma, a marca continua focada na venda do seu Pocophone F1.

Ou seja, não há condições para a marca captar a atenção da Xiaomi com a Redmi no mapa.

Será este o fim da Pocophone?

Por muito que o executivo esteja otimista face a sua marca, não me parece que ao fazer um ano de pausa possam vir a ter o destaque que precisam. O Pocophone F1 foi um dos smartphones mais falados no ano passado e tudo indicava que a marca se preparava para nos dar uma atualização relevante. Principalmente no seu design.

Se a Pocophone não quis competir (ou não passou nos planos da Xiaomi) com a Redmi, porque haverá de o querer fazer no próximo ano, onde se espera que a Redmi esteja ainda mais forte?

Por muito que não goste de admitir, acredito que a Pocophone tenha sido uma marca que "passou ao lado de uma grande carreira". Porém, não gosto de fazer obituários precipitados. Esperemos mais um pouco e veremos até que ponto é que 2020 será o ano do Pocophone F2.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.