Está confirmado! Xiaomi Redmi K30 só será apresentado em 2020

Carlos Oliveira
Comentar

Há já algum tempo que se começou a falar no Redmi K30 e isso pareceu suscitar alguma esperança para uma apresentação ainda este ano. Pois bem, o diretor-geral da Redmi confirmou que tal não se irá concretizar.

Ainda que de forma indireta, Lu Weibing confirmou, através da rede social Weibo, que o Remi K30 será revelado em 2020. A publicação em causa fala dos modelos 4G da empresa disponíveis na operadora China Mobile e, mais para o fim, revela que o 5G chegará em 2020 com o Redmi K30.

Redmi K30 Weibo

Redmi K30 será o primeiro modelo da sub-marca da Xiaomi compatível com 5G

Este dado já havia sido referido por Lu Weibing e a sua recente publicação na Weibo reforça a ideia. Citando as palavras de Weibing, o Redmi K30 será pioneiro no 5G.

Claro que não será pioneiro no mercado, mas sim no portefólio da sub-marca da Xiaomi. Este será o primeiro modelo Redmi compatível com as redes 5G e provavelmente um dos mais acessíveis do mercado.

Tal como aconteceu este ano, espera-se que o Redmi K30 venha acompanhado por uma variante Pro. Tal significa que este modelo não terá especificações topo de gama.

Ao que tudo indica, os primeiros processadores de média gama da Qualcomm e MediaTek só começarão a ser enviados em janeiro do próximo ano. Isto atesta que o Redmi K30 deverá ser revelado algures no primeiro trimestre de 2020.

Suposto Redmi K30 já foi visto nas mãos de um utilizador

Hoje mais cedo noticiamos aquela que será a primeira imagem real do Redmi K30. Embora a qualidade não seja a melhor, dá para perceber uma mudança de filosofia de design neste modelo.

Redmi K30 live foto

Depois de um K20 com um ecrã completo, o seu sucessor parece adotar a filosofia do "buraco no ecrã", à semelhança do Samsung Galaxy S10+. Ainda assim o Redmi K30 continuará a contar com margens bastante reduzidas.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.