Esta APP dá o "toque traseiro" do Android 11 ao teu smartphone Android (mesmo sem o Android 11)

Filipe Alves
6 comentários

O Android 11 trouxe uma funcionalidade aos smartphones que a maior parte dos utilizadores gostaram. A possibilidade de dar um toque (ou dois) na traseira do smartphone para executar uma tarefa.

Pois bem, não precisas de ter o Android 11 para teres esta APP, chamada Tap Tap, e a funcionalidade funciona em muitos smartphones Android. Infelizmente, nem todos. No meu Huawei Mate 20 Pro, por exemplo, não funciona. Já no Xiaomi Mi Note 10 Pro do Vitor não tem problemas.

Como funciona esta App com o toque traseiro do Android 11

Depois da aplicação instalada (que podes descarregar abaixo), só tens de autorizar a App a executar tarefas. tudo isto é configurável dentro da aplicação.

Smartphone Android tocar traseira App aplicação

Depois disso, só precisas de dizer que aplicação queres que abra ou o que queres que execute. Está feito. Ao tocares na parte traseira do smartphone (1 ou 2 toques) executará essa tarefa. Vê o exemplo do vídeo acima onde o Vitor definiu o duplo toque traseiro como "captura de ecrã". Simples e rápido.

Como instalar esta App no teu smartphone Android

  • Precisas de ter Android 7.0 Nougat ou superior
  • Acede ao XDA Developers
  • Clica para descarregar a aplicação
  • Dá permissões de instalação de APK's
  • Instala a App e configura os toques
  • Está feito

Nem todos os smartphones funcionam

Vale a pena referir que nem todos os equipamentos funcionam de forma perfeita. Como referi acima, num dos meus terminais Huawei, a APP não funciona.

Ainda assim, há feedbacks a indicar que outros modelos Huawei, modelos Samsung, Xiaomi e Redmi, funcionam sem problemas. Infelizmente, só há uma forma de saberes se o teu smartphone é compatível. Instalando a aplicação.

Editores 4gnews recomendam:

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.