Google-Play-on-Windows-squarerer-640x438

No início desta semana a 4gnews publicou aqui que a Google Play Store e mais de um milhão de aplicações Android estão a caminho do Chrome OS. Pois bem, agora parece que está prestes a ser desencadeado um processo para que a totalidade das aplicações existentes para Android fiquem também disponíveis nos sistemas operativos mais conhecidos, nomeadamente no Mac OS, no Linux e no Windows.

Vê ainda: Poderemos ter um Huawei Nexus 6P com 4GB de RAM e Snapdragon 820?

   

Não há nenhuma confirmação oficial da Google sobre isto, porém a arquitectura dessa implementação abre algumas portas interessantes. Esta funcionalidade é perfeitamente viável e possível devido à App Runtime for Chrome (ARC), um projecto que implementa o Android runtime no Native Client do Chrome.

Confuso? Pois bem, o Native Client é uma tecnologia que foi projectada com duas grandes coisas em mente: performance e portabilidade. O que permite que os plugins do Chrome sejam executados a velocidades praticamente nativas permitindo tirar pleno partido do processador (CPU) e da placa gráfica (GPU) de um determinado sistema. A ARC deu um grande passo no ano passado após a implementação do suporte para os Serviços da Google Play, software esse de que muitas aplicações da Play Store dependem para funcionar.

google_play_icons_blogpost

Assim sendo, e uma vez que a ARC não passa de uma extensão do Chrome, ou seja funciona em qualquer desktop com o Chrome instalado, se a versão completa da Google Play Store chegar à ARC, seria tecnicamente possível que a Play Store funcionasse não apenas Chrome OS, tal como foi avançado, mas também noutros sistemas operativos com o Chrome: especialmente o Mac OS, o Linux e o Windows.

A juntar a isto há também o velho rumor da fusão entre o Chrome e o Android num novo sistema operativo para desktop. É um rumor muito salinizado, mas a verdade é que vem directamente do The Wall Street Journal, esse grande polvo cheio de tentáculos por tudo quanto é sítio. E, a não ser verdade, seria a primeira vez que um grande rumor sobre a Google estaria errado.

Vê ainda: Netflix poderá ser pago brevemente através do Google Play

Resumindo, como diriam os romanos alea jacta est: Os dados estão lançados: a Google tem vindo a desenvolver a ARC e o Native Client há bastante tempo. Resta saber se o Mundo e a própria Google estarão prontos para o próximo passo: jogar qualquer jogo, correr qualquer app da Play Store num computador de secretária ou num portátil. E não nos podemos esquecer de que os monitores e os ecrãs dos portáteis começam a vir com tecnologia touchscreen. Vá lá, de que é que estão à espera?

Talvez queiras ver:

FonteArs Technica

Tech Editor aqui na tua, nossa e vossa 4gnews, onde a tecnologia é falada em Português. Repórter ocasional e legal hacker. Orgulhosamente nascido no ano em que a Word Wide Web foi inventada, a Nintendo lançou o Game Boy, o primeiro episódio dos Simpsons foi para o ar e o Muro de Berlim caiu.