Em maio de 2022, os smartphones podem ganhar um novo processador

Mónica Marques
Comentar

Pouco tempo depois de a Qualcomm ter revelado o seu novo Snapdragon 8 Gen1, eis que surgem notícias de que a fabricante vai lançar o sucessor deste processador já em maio de 2022.

Mais: parece que a Qualcomm tem também novidades para a produção do futuro Snapdragon que poderá oferecer mais eficiência energética aos smartphones.

Qualcomm pode lançar um novo processador Snapdragon de topo em maio de 2022

Qualcomm Snapdragon 8 gen 1
Poucas informações são ainda conhecidas sobre o sucessor
do Snapdragon 8 Gen 1 da Qualcomm

Foi no final de novembro deste ano que a Qualcomm apresentou oficialmente o novo Snapdragon 8 Gen 1, produzido com a tecnologia de 4nm e que integra a nova arquitetura Armv9. E, na ocasião, não faltaram novidades, onde também se incluiu uma nova designação destes processadores, além de a Qualcomm ter anunciado que a Snapdragon seguiria em frente como marca autónoma.

Passadas poucas semanas eis que surgem notícias online de que a marca pretende lançar o sucessor do Snapdragon 8 Gen 1 já em maio de 2022. O que significa que a Qualcomm em menos de um ano vai lançar outro processador topo de gama.

Para já, poucas são as informações conhecidas sobre o futuro chip. Até mesmo a sua designação encontra-se envolta em mistério, sendo que as opções mais prováveis e numa lógica de sequência serão Snapdragon 8 Gen 2 ou Snapdragon 8 Gen 1+.

No entanto, podemos ter uma surpresa. Recorde-se que até muito perto da sua apresentação oficial, o Snapdragon 8 Gen 1 era conhecido online como Snapdragon 898.

Mas parece que a produção do futuro sucessor do Snpadragon 8 Gen 1 também pode ter uma novidade. Tudo porque a Qualcomm pode envolver a TSMC na sua produção. A produção do atual Snapdragon 8 Gen 1 está nas mãos da sul-coreana Samsung, pelo menos até maio/junho do próximo ano, mas a Qualcomm pode fazer aqui uma mudança.

Tecnologia 4 nm da TSMC oferece mais eficiência energética

E as razões que podem levar a essa mudança são duas: em primeiro lugar, supostamente a TSMC consegue produzir um maior número de unidades do que a Samsung, o que atualmene é um motivo de peso. E, em segundo lugar, os vários especialistas avançam que a tecnologia 4 nm da TSMC permite oferecer uma maior eficiência energética aos samrtphones.

Mais não se sabe, mas a confirmarem-se as informações, o futuro processador da Qualcomm pode ser uma boa opção para as marcas de smartphones que queiram apostar numa melhor autonomia de bateria.

Snapdragon 8 Gen 1 versus Apple A15 Bionic

iPhone 13
A série iPhone 13 está equipada com o A15 Bionic da marca

E depois de várias notícias recentes terem dado conta de que o Dimesity 9000 da MediaTek ultrapassou o Snapdragon 8 Gen 1 em alguns testes de benchmarking, eis que foram revelados os resultados do frente a frente entre este processador da Qualcomm e o A15 da Apple.

Assim, de acordo com o leaker Ice Universe ambos os processadores revelaram estar ao mesmo nível, declarando-se um "empate técnico". Por exemplo, no teste T Rex o iPhone 13 Pro registou 451 pontos enquanto que o Snapdragon 8 Gen 1 obteve uma pontuação de 450 pontos, sendo que a diferença de um ponto pode ser atribuída a um erro.

De seguida, no teste Manhattan ES 3.0, o Snapdragon 8 Gen 1 foi declarado vencedor, depois de o iPhone ter ficado 24% abaixo. Mas no teste 3DMark Wild Life Unlimited, foi a vez do processador da Qualcomm registar um resultado 12% inferior ao A15 da Apple.

Podemos então declarar o "empate técnico" entre a Qualcomm e a Apple, sendo que esta é a primeira vez que um processador Snpadragon apresenta o mesmo desempenho de um da Apple.

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira.