Elon Musk cede gratuitamente nome e imagem da SpaceX para um videojogo

Abílio Rodrigues
Comentar

Elon Musk é presença assídua nas redes sociais onde costuma ter uma postura bastante ativa, procurando sempre que possível interagir com os fãs das suas marcas. O homem mais rico do mundo volta agora a fazer manchetes por ter aceite ceder o nome e imagem da SpaceX a um produtor independente que está a trabalhar num videojogo sobre a colonização de Marte.

Recentemente, o produtor Lyubomir Vladimirov usou o Twitter para pedir a Musk se podia usar o nome e logótipo da SpaceX para o seu novo projeto, intitulado Mars is Flat. A resposta do executivo não tardou e como sempre inclui uma amostra do seu sentido de humor.

Elon Musk autoriza que SpaceX faça parte de videojogo independente

You can steal our name/logos & we probably won’t sue you

— Elon Musk (@elonmusk) 13 de janeiro de 2021

Mars is Flat será, segundo o seu produtor, um simularor de colonização de Marte com uma vertente surpreendentemente técnica. Nele teremos de explorar e colonizar o planeta vermelho e Vladimirov está a desenvolver as suas mais valias desde o ano passado.

A ideia não será usar a SpaceX como elemento surpresa, mas antes como figura central do jogo. Para isso precisava de tornar a proposta o mais realista possível e isso passa por usar a imagem da marca. No entanto Vladimirov não queria arriscar um processo judicial e fez uma promessa a si próprio.

O produtor disse que iria publicar o seu pedido a Musk todos os dias durante um ano até receber resposta, fosse ela positiva ou negativa.

Musk respondeu um dia depois autorizando a cedência da imagem e nome da sua empresa, brincando até que "à partida" não iria processar Lyubomir Vladimirov.

SpaceX continua a revolucionar a indústria espacial

A SpaceX é uma companhia que parece ter surgido em boa hora para a Humanidade. Numa altura em que a NASA parecia estar adormecida e que a corrida ao espaço tinha terminado, Musk lançou a base para mais uma revolução na indústria espacial.

No início do ano a SpaceX revelou estar a estudar uma forma de fazer regressar à Terra os seus foguetões Super Heavy com recurso à torre de lançamento que estabiliza os veículos durante as preparações para a propulsão. O objetivo é passar a usar a torre de lançamento para "apanhar" o Super Heavy, abdicando da inclusão das suas pernas.

Os avanços da SpaceX parecem ter tido o condão de acordar a NASA, que está de volta ao ativo e vai construir um telescópio capaz de estudar os segredos da origem do Universo.

Esta espécie de concorrência é apenas saudável para o futuro da Humanidade, tendo todo o potencial para produzir resultados que aumentem o nosso conhecimento sobre o que nos rodeia e contribuir para a nossa sobrevivência enquanto espécie.

Editores 4gnews recomendam:

Abílio Rodrigues
Abílio Rodrigues
Apaixonado por tecnologia desde que montou o seu primeiro computador, continua em fase lua-de-mel com tudo o que envolva um processador e permita umas sessões videolúdicas.