EA passou a perna à Take-Two na compra da Codemasters com oferta de valores surreais

Vitor Urbano
Comentar

Numa altura em que a Take-Two se preparava para comprar a Codemasters num negócio avaliado em cerca de 820 milhões de euros, a Electronic Arts (EA) decidiu meter-se ao barulho, lançando uma proposta perto dos mil milhões de euros.

Com uma proposta desta natureza, os responsáveis da Codemasters viram-se obrigados a alterar a sua recomendação feita aos investidores, passando a apontar para a EA.

Electronic Arts Codemasters Take-Tow

O negócio ainda não está confirmado, tendo sido já confirmado pela Take-Two que estão a debater se irão apresentar uma contra-proposta, ou simplesmente desistir do negócio.

Codemasters será uma incrível compra tanto para a EA como para a Take-Two

A Codemasters é um dos grandes nomes no mundo dos vídeo jogos de simulação de corridas, sendo os responsáveis pelo desenvolvimento de jgoos como o DiRT, Grid, F1 e Project CARS.

A recente aquisição da Slightly Mad Studios, trouxe a adição do Project CARS ao seu portefólio, solidificando mais ainda o seu valor global enquanto estúdio.

Não há dúvida que a adição da Codemasters a qualquer um destes estúdios poderá resultar em avanços incríveis no nível da próxima geração de jogos de carros.

Ainda que a proposta da EA possa parecer impossível de bater, caso a Take-Two assim o decida, terá todas as condições para apresentar valores acima dos mil milhões de euros.

Relembro que o estúdio conta com alguns dos mais rentáveis jogos de sempre no seu portefólio, tal como Grand Theft Auto (GTA), Borderlands, BioShock, NBA 2K e Red Dead Redemption.

Por outro lado, o CEO da EA já se manifestou quanto à possibilidade de adquirirem a Codemasters, afirmando que "existe uma incrível oportunidade em juntar a Codemasters e a Electronic Arts para criar espantosos e inovadores novos jogos de corrida para os fãs".

Editores 4gnews recomendam:

Vitor Urbano
Vitor Urbano
Sempre de mão-dada esteve a tecnologia, o desporto e o mundo gaming. Por isso, se não estiver a escrever sobre o que de novo há no mundo da tecnologia, o mais provável é estar a jogar uma partida de Ultimate Team no FIFA 19.