EA já está a testar o seu próprio serviço de cloud gaming!

Vitor Urbano
Comentar

Depois de no início do ano sermos 'bombardeados' com notícias e apresentações dos primeiros serviços de cloud gaming — Project xCloud e Google Stadia — continuamos à espera de ver acontecer a sua chegada ao mercado. No entanto, parece que estes serviços não irão ser os únicos a ser lançados em breve.

De acordo com novas informações reveladas por Ken Moss, a Electronic Arts (EA) já começou testes internos para o seu próprio serviço de cloud gaming, chamado Project Atlas. Não sabemos ainda se irá chegar ao mercado a tempo de competir com o Google Stadia, que deverá ser lançado em novembro.

EA Cloud Gaming Project Atlas

Fãs querem ter os nossos jogos, independentemente de onde estão e que plataforma usam

O grande principal foco da EA, é conseguir garantir que os seus fãs conseguem ter acesso aos seus jogos favoritos, independentemente de onde se encontram ou que plataforma estão a utilizar. Por isso, decidiram investir no desenvolvimento da sua própria plataforma de cloud gaming, que irá conseguir garantir isso mesmo.

Ken Moss revelou também que, além destes testes internos, já estão também a preparar o lançamento de testes externos, que irão permitir que um grupo restrito de jogadores teste o novo Project Atlas.

Jogos incluídos nos testes do serviço cloud gaming da EA

A Electronic Arts pretende testar as capacidades do seu serviço nos mais variados cenários. Por isso, decidiram testar jogos distintos, de forma a garantir que os seus servidores conseguem garantir uma performance ótima em todos os seus jogos.

Atualmente, estão a ser testados 4 jogos em alta definição: FIFA 19, Titanfall 2, Need for Speed Rivals e Unravel. Como seria de esperar, o objetivo principal deste serviço será, conseguir disponibilizar todos os jogos da EA (em HD/FHD) para todo e qualquer plataforma.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Vitor Urbano
Vitor Urbano
Sempre de mão-dada esteve a tecnologia, o desporto e o mundo gaming. Por isso, se não estiver a escrever sobre o que de novo há no mundo da tecnologia, o mais provável é estar a jogar uma partida de Ultimate Team no FIFA 19.