Dragon Ball Super
Dragon Ball Super

Dragon Ball Super conta já com 92 episódios completados e, finalmente, parece que se tornará tão interessante quanto aquilo que esperava desde início. Com a introdução de um novo capítulo do Anime de Son Goku e companhia, os domingos ficaram menos monótonos e, por um lado, obrigado.

Vê também: Boruto: Masashi Kishimoto aborda a possível morte de Naruto

Por outro, houve vários episódios que não foram nada de especial e, por diversas vezes, dei por mim a pensar se valeria a pena continuar a acompanhar Dragon Ball Super (DBS) ou se deveria fazer uma pausa e acumular episódios. Sim, embora alguns digam que sou velho para ver Dragon Ball (DB), outros sabem que, com 20 anos, sou até bastante novo para tal.

   

Velho ou novo, o que é certo é que tive tempo mais do que suficiente para ver todos os episódios de DB, e acompanhar o crescimento e desenvolvimento de uma das personagens mais icónicas de Anime, Son Goku (ou Kakaroto). E, por isso, sinto que havia não só alguma (para não dizer muita) ação por mostrar em Dragon Ball Super, como poderíamos ter chegado a um fim de estrada, isto é, o que se poderia fazer mais?

Bom, quanto ao primeiro aspeto, ainda mantenho as minhas dúvidas. Quanto ao segundo, nem por isso. De facto, se o mal de tudo se passar em redor do planeta Terra – e no Universo onde ele se encontra – poderia tornar-se uma autêntica seca, passe a expressão, não foi bem isso que aconteceu.

Dragon Ball Super tem, desde já, imenso mérito porque soube aumentar exponencialmente o espaço onde o Anime se desenrola, literalmente. Ou seja, o planeta Terra encontra-se no Universo 7 e, felizmente, existem 12 universos. Digo felizmente porque, de facto, isso quase que torna ilimitados os adversários que Goku e companhia terão de enfrentar.

Pois bem, esta é uma pequena introdução àquilo que é Dragon Ball Super.

Ao fim de 92 episódios, há personagens que se alteraram substancialmente, outras que não conhecíamos e que passamos a conhecer e, por ventura, uma ou outra que tinha um papel mais secundário anteriormente e que agora é mais relevante. O que é certo é que Goku começa por encontrar um novo adversário – que a princípio parece uma fonte de problemas –, mas com quem acaba por desenvolver uma bela relação de parceria em treinamentos. Com Vegeta igual, ainda que de outro modo…O Vegeta teu o seu próprio jeito de abordar as adversidades.

Dragon Ball Super

Entretanto, conhecem imensos guerreiros do universo vizinho e, num pequeno spoiler que só suscitará a curiosidade, há mais Sayains (ou Sayajins)! Porém, chegamos ao 92.º episódio pelo facto de Goku não se conformar com a possibilidade de poder evoluir ainda mais, enfrentando potenciais guerreiros ainda mais fortes.

Consequentemente, o próximo episódio dará início a um torneio, o Torneio do Poder, que, para já, levará ao extermínio dos universos derrotados. Recapitulando, a Terra poderá desaparecer, num piscar de olhos. Para que isso não aconteça, Goku e mais dez guerreiros terão de vencer, como equipa, os guerreiros dos restantes universos.

Dos dez – Goku, Vegeta, Ten, Tartaruga Genial (Mestre Roshi), Piccolo, Androide 17, Androide 18, Krillin, Gohan e Buu –, o fiel amigo de Satan (Hércules em Portugal), não poderá participar. Contudo, há um último guerreiro, dos mais fortes deste universo, de quem Goku se lembrou para o lugar de Buu. Frieza!

O quão fantástico será ver Frieza, Vegeta e Goku na mesma equipa? De certeza que valerá a pena ver o resultado, seja ele bom ou mau. Ah, e o Freeza de Dragon Ball Super não é como aquele que vimos anteriormente. É bem mais forte, bem mais.

Assim, não querendo alongar-me muito mais, esta foi uma pequena introdução a cerca de 92 semanas, no qual acompanhei o Anime dedicadamente e que, até então, pensei não fazer muito sentido escrever sobre ele. Contudo, os acontecimentos mais recentes e as peripécias em torno do Torneio do Poder levaram-me a que tal parecesse exequível.

Dragon Ball Super tem, agora, tudo para mostrar que pode ser tão agradável como os anteriores capítulos desta aventura, que ainda tem muito para contar.

Dito isto, poderás contar, daqui para a frente, com pontuais artigos sobre DBS e, caso depois dos episódios mais relevantes, como deverão ser os que se seguem, de uma pequena análise dos mesmos.

Dragon Ball Super poderá unir Frieza, Vegeta e Goku!

Se ainda não vês Dragon Ball Super, não te preocupes. Os seus episódios duram cerca de vinte minutos e ainda vais muito a tempo de acompanhar um Anime que, ainda que não seja dos melhores que pude assistir até à data, será sempre especial pela história que carrega.

Bom, agora é esperar por domingo para ver o 93.º episódio que promete muito.

PS: Como reagirá Frieza à proposta de Goku e, por outro lado, como será o poder de uma nova Broly Feminina? São duas questões que serão respondidas brevemente.

Outros assuntos relevantes:

Boruto: Naruto Next Generations – Os 5 primeiros episódios!

Netflix confirma segunda temporada de “13 Reasons Why” em 2018

Próxima temporada de Game of Thrones contará com a intervenção de Ed Sheeran

Desde cedo comecei a interessar-me pelo que podia fazer no computador. Porém, a grande paixão surgiu com o primeiro telemóvel e complementou-se com os smartphones. Nada há a dizer, são simplesmente fantásticos e úteis em todo o tipo de situações.