Apple Watch 2À primeira vista até pode parecer um laboratório de testes e preparação de astronautas, pilotos de competição ou ases da aviação mas trata-se “apenas” de um dos complexos de testes extremamente rigorosos e intensos de um smartwatch, o Apple Watch.

Do impressionante ao assustador numa questão de segundos. Assim que nos apercebemos da escala, do número de pessoas envolvidas, dos procedimentos realizados nos testes, do rigor e protocolo dos mesmos, percebemos porque é que o Apple Watch não é apenas um smartwatch mas sim, “O Smartwatch”.

Tim Cook pode ter acertado em cheio quando afirmou que o “Apple Watch é o primeiro smartwatch que interessará”. É inegável o imenso esforço que a marca fez para testar este equipamento, para se certificar que os seus sensores são precisos e não darão ao utilizador leituras falsas.

O Apple Watch corre uma versão simplificada do iOS, aliás, muito mais simples do que o sistema operativo do teu iPhone. Claro está, não poderás fazer chamadas nem utilizar serviços que dependam do acesso à internet, isto sem estar conectado via Bluetooth com o teu iPhone 5, 5S, 6 e 6 Plus. O relógio emparelha com o iPhone via Bluetooth de baixo consumo.

Dentro do Apple Watch temos um processador da marca, o S1 que dará o músculo a todo o relógio. Este, conta com um ecrã com 38 mm de largura, com uma resolução de 340 x 272p, ou ecrã de 48 mm com 390 x 312p, consoante o tamanho escolhido. Este ecrã é protegido com vidro de safira para evitar os riscos e arranhadelas. Além disso, o Apple Watch é resistente ao suor e poderás carregá-lo com um carregador MagSafe especialmente desenhado para este equipamento. Simplicidade e eficácia.

O Apple Watch estará disponível em 3 coleções ou 3 edições. Temos o Apple Watch, o Apple Watch Sport e o Apple Watch Edition.

Não tenho a menor dúvida de que este Apple Watch será um sucesso de vendas nos Estados Unidos da América, não é difícil prever que assim seja quando o produto é apresentado aos potenciais consumidores logo pela manhã e, como sabemos, o resto do mundo deverá seguir as passadas do “Uncle Sam”.

Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).