Ferrari pode ficar nas mãos de executivos da Apple

Abílio Rodrigues
Comentar

A Ferrari atravessa, desde a semana passada, uma pequena crise de liderança, depois do seu CEO, Louis Camilleri, ter anunciado que se afastaria do cargo alegando motivos pessoais.

A histórica marca de automóveis procura agora alguém à altura de Camilleri para o substituir, e dois dos nomes em cima da mesa são bem conhecido dos entusiastas por tecnologia.

Falamos de Jony Ive, que esteve à frente do departamento de design industrial da Apple desde 1996 até 2019 e Luca Maestri, vice-presidente sénior e executivo financeiro da tecnológica americana.

Jony Ive criou alguns dos produtos Apple mais emblemáticos

Jony Ive

Jony Ive é um dos nomes que mais facilmente associámos à Apple, ficando provavelmente apenas atrás de Steve Jobs. Foi ele o responsável pela criação de vários produtos revolucionários da marca, como o iPhone, iPad, iPod e iMac.

A sua visão, inspirada pelos trabalhos do designer Dieter Rams, ficará perpetuada na história da indústria, tendo servido como braço direito de Jobs e Cook durante décadas. Alguns dos mais acérrimos defensores do seu trabalho dizem mesmo que os produtos Apple nunca mais foram tão inovadores desde a sua saída.

Luca Maestri é o génio financeiro silencioso

Luca Maestri, CFO da Apple

Maestri é um executivo de topo na empresa de Cupertino, onde supervisiona a contabilidade, planeamento e análise financeira, assim como as relações com investidores. Está em Apple Park desde 2013, e foi subindo a escada corporativa graças à sua enorme capacidade e conhecimento do funcionamento dos mercados.

Antes de se ter estabelecido na Apple, o italiano foi CFO da General Motors, Xerox e Nokia Siemens Networks, estando por isso habituado a lidar e gerar grandiosas quantias de dinheiro.

Novo líder da Ferrari não tem de ser perito em automóveis

A Ferrari é conhecida por ter uma abordagem liberal às suas chefias executivas. Quer isto dizer que não é exigido que o seu CEO seja um perito em automóveis.

Os italianos estão mais preocupados com outros aspetos do negócio, mais concretamente o perpetuar do seu estatuto como super-marca, potenciando os lucros sem descurar o design, que sempre caracterizou os seus veículos de luxo. Louis Camilleri, o CEO demissionário, trabalhou nas indústrias alimentares e do tabaco antes de se estabelecer em Maranello.

Se tivermos o seu passado em consideração, tanto Ive como Maestri são candidatos perfeitos ao cargo, e não é surpreendente que os seus nomes venham agora à baila.

Editores 4gnews recomendam:

Abílio Rodrigues
Abílio Rodrigues
Apaixonado por tecnologia desde que montou o seu primeiro computador, continua em fase lua-de-mel com tudo o que envolva um processador e permita umas sessões videolúdicas.