D€AL: LeEco Le 1 Pro com Snapdragon 810, 4GB RAM, 5.5" polegadas QHD por 179€ (Promocode)

Filipe Alves

LeTV LeEco Le 1 PRo 1

Esta empresa LeEco dispensa apresentações, a empresa Chinesa apareceu do nada no mundo mobile e da "Netflix Chinesa" passou para uma das mais impressionantes no mundo de smartphones e gadgets.

SABE MAIS SOBRE O GADGET PREÇOS E ENVIOS AQUI

Depois de ter mudado o nome de LeTV para LeEco a marca tem mostrado cada vez mais bases para se consolidar num mercado super competitivo e depois do desaire da IUNI o ataque agressivo de specs por baixo preço parece a jogada correta.

LeTV LeEco Le 1 PRo 2

O LeEco Le 1 Pro não é o smartphone mais recente da empresa, contudo, depois da apresentação dos LeEco Le2, este LeEco Le 1 Pro teve uma quebra de preço interessante e hoje podes comprar o bad boy por 179€.

SABE MAIS SOBRE O GADGET PREÇOS E ENVIOS AQUI

Aquilo que mais gosto neste equipamento é a sua impressão de falta de bezels, este é para mim a melhor sensação que se pode ter de um smartphone, olhar para ele e parece que é tudo ecrã.

LeTV LeEco Le 1 PRo 3

Este LeEco Le 1 Pro conta com esse formato de ecrã mas também especificações de topo. O dispositivo vem munido com um ecrã de 5.5" polegadas QHD, com uma densidade de pixels de 538 ppi, processador Qualcomm Snapdragon 810, 4GB de RAM e 64GB de memória interna. O equipamento conta com uma câmara de 16MP 13MP com estabilizador de imagem, dual-SIM e ainda entrada USB Type-C para carregamento rápido.

SABE MAIS SOBRE O GADGET PREÇOS E ENVIOS AQUI

O terminal está neste momento por 179€ e com o promocode "CLE1P" conseguirás obter 10€ de desconto que dará para os portes de envio do bad boy. Esta foi uma marca que me conquistou e continua a maravilhar, os seus smartphones são topos de gama e merecem um reconhecimento acima da média, uma coisa é certa, ele sexy é.

Queres poupar mais?

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.