Dacia Spring Electric será o carro elétrico mais barato em Portugal

Bruno Coelho
Comentar

Tal como noticiamos na última semana, o Dacia Spring Electric chega à Europa com o propósito de ser o carro elétrico mais barato do mercado. E foi agora revelado que em Portugal não será exceção.

Dacia Spring Electric chega a Portugal por 16 800 €

Este veículo 100% elétrico baseado no Renault K-ZE chegará ao mercado português com um preço inicial muito acessível de 16 800 €. E é bom referir que este preço ainda pode descer para os 13 800 € com os incentivos dos Estado português à compra de veículos elétricos.

O automóvel inicia vendas no mercado francês este sábado, mas também já tem data para chegar a Portugal. É já a partir do próximo dia 7 de abril que os primeiros interessados no Spring Electric poderão encomendar os primeiros modelos, com entregas previstas a partir de outubro.

Recorde-se que este é o valor para versão “Comfort” do Dacia Spring Electric. Este não é um carro premium, mas será certamente o ideal para quem quiser algo elétrico com quatro lugares, e não precise de fazer longas distâncias.

Dispõe um motor de 3kW (44 cv), que é provavelmente a parte menos vistosa. A velocidade máxima apontada é de 125km/h (ou 100km/h no modo ECO). Em ciclo WLTP, está prometida uma autonomia de 225km ou até 295km em cidade. Tudo isto graças à bateria de 26,8kWh.

Por este valor, este SUV elétrico compacto vai certamente motivar muitos condutores a mergulhar na eletrificação. Ficaremos à espera de ver a performance do veículo na estrada, e como se vai traduzir esta autonomia para a utilização real.

Editores 4gnews recomendam:

  • Novo Peugeot 308: automóvel arrojado estreia o novo logótipo da marca
  • Carro elétrico da Xiaomi pode iniciar projeto mais cedo que o esperado
  • Apple tem uma ideia fantástica para o seu primeiro carro
Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.