Cyberpunk 2077: jogo vendeu perto de 14 milhões de cópias só em 2020

Rui Bacelar
Comentar

A criação principal da editora polaca CD Projekt vendeu uns estonteantes 13,7 milhões de cópias durante as primeiras semanas após a chegada ao mercado, reportando-se este valor às vendas registadas até ao dia 31 de dezembro de 2020.

Estas informações foram reveladas pela própria CD Projekt durante a última reunião com os investidores, apontando também que mais de metade das cópias vendidas foram para PC. Esta plataforma reuniu 73% das vendas na versão digital do jogo.

O Cyberpunk 2077 era um dos jogos mais esperados desde 2015

O título foi recebido com extrema antecipação, sendo colocado apressadamente no mercado. O resultado? Um lançamento pejado de erros, instabilidade e bugs que arruinaram a reputação do mesmo e, em meados de dezembro a Sony removeria o jogo da PS Store.

Note-se que tal como a própria CD Projekt o fez saber, para o desenvolvimento do jogo o estúdio tinha um orçamento de 1,2 mil milhões de dólares. Ainda que tenha sido um recordista de compras assim que ficou disponível, as expectativas dos jogadores seriam rapidamente frustradas com o estado inacabado do título.

Face ao exposto, o Cyberpunk 2077 perderia cerca de 50% do seu valor de mercado desde dezembro, estando agora cotado em cerca de 4,6 mil milhões de dólares, operando uma conversão à taxa atual da moeda local, o Zloty polaco.

Mesmo com os bugs do Cyberpunk 2077, 2020 foi o melhor ano fiscal da CD Projekt

Sony pulls Cyberpunk 2077 from PlayStation Store after backlash https://t.co/i0KJVGDF6Q pic.twitter.com/QG9cSS2jlW

— Reuters (@Reuters) 18 de dezembro de 2020

O jogo conta com a participação de um dos rostos mais acarinhados de Hollywood, Keanu Reeves, mas nem ele conseguiu salvar o desempenho do jogo nas lojas. O Cyberpunk 2077 ficou aquém dos 14,5 milhões de cópias vendidas estimadas pelos analistas de mercado. Por outras palavras, o jogo falhou o objetivo de vendas traçado pelo mercado.

Ainda assim, o Cyberpunk 2077 trouxe os melhores resultados fiscais de sempre para a CD Projekt independentemente da polémica e problemas com o jogo.

"Em termos fiscais, 2020 foi o melhor ano da nossa história", aponta Piotr Nielubowicz, CFO da CD Projekt.

A campanha de reembolsos do Cyberpunk 2077 não teve impacto significativo

CD Projekt

Segundo avança o portal ArsTechica, a editora registou teve perdas de 51 milhões de dólares com a campanha de reembolsos do jogo. O valor é, em si, bastante significativo, mas tendo em conta que as receitas ascenderam aos 563 milhões de dólares, vemos que tal não teve impacto significativo.

Em 2020 o lucro da CD Projekt ascendeu aos 301 milhões de dólares - cerca de 250 milhões de euros à atual taxa de câmbio.

O sucesso deveu-se às vendas do Cyberpunk 2077 e da saga Witcher a ter um grande impacto. Tal como aponta o CFO "O The Witcher 3 teve o segundo melhor ano da sua história no respeitante ao número de cópias vendidas", aponta Nielubowicz.

O futuro passa agora pela correção dos erros que ainda assolam o Cyberpunk 2077. Algo que ajudará o título a voltar à PS Store da Sony, fator que também pode aumentar exponencialmente as vendas do título.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.