Cyberpunk 2077: chefe da Valve surpreende e defende jogo 'absolutamente brilhante'

Abílio Rodrigues
Comentar

Depois de um dilúvio de críticas dirigidas à CD Projekt RED após o polémico lançamento de Cyberpunk 2077 eis que surge finalmente uma voz a defender o estúdio e o RPG. O chefe da Valve e da Steam, Gabe Newell, concedeu uma entrevista onde surpreende muita gente e diz que Cyberpunk 2077 é um jogo "absolutamente brilhante."

A tomada de posição de Newell não será alheia ao facto dele próprio estar à frente de um dos estúdios de videojogos mais adorados do planeta, responsável por obras-primas como Half-Life ou Counter Strike.

Gabe Newell elogia o esforço dos produtores de Cyberpunk 2077

Tendo em conta a sua influência na indústria talvez as suas palavras coloquem alguma água na fervura e permitam à CDPR proceder às correções necessárias para devolver o brilho ao jogo.

Lord Gabe, como é carinhosamente tratado pelos jogadores de PC, expressou a sua solidariedade para com os produtores e as dificuldades que atravessam.

Mais ainda, o executivo garante que os jogadores no PC têm manifestado grande satisfação com o título e elogia a ambição colocada na criação deste mundo.

Newell afirma que alguns dos seus elementos são "absolutamente brilhantes," e que isso é revelador do trabalho e esforço colocado pelos produtores nesta obra.

Mesmo com a persistência de problemas o executivo pede para que se fale também dos aspetos positivos do jogo, até como forma de motivação para os que agora trabalham em patches e correções de bugs.

Na sua opinião seria injusto o líder de um estúdio criticar o trabalho de outro e defende que estas oportunidades devem servir para motivar ainda mais os envolvidos na busca de soluções.

Newell compreende as críticas a Cyberpunk 2077 e CD Projekt RED

Gabe Newell diz ter ficado surpreendido com a decisão da Sony em retirar o jogo da sua loja online, mas também indica compreender a situação. As expectativas frustradas dos jogadores podem levar a comportamentos extremos, por isso a companhia nipónica terá optado por "cortar o mal pela raiz."

No entanto assume também que as críticas não surgiram do nada e que existe alguma responsabilidade do estúdio na forma como lidou com a antecipação criada até ao lançamento de Cyberpunk 2077.

Com críticas ou elogios o certo é que muitos se sentiram defraudados com este lançamento e que o jogo está num estado lastimável em algumas plataformas.

A CDPR tem programadas grandes atualizações para o final de janeiro e para o mês de fevereiro e talvez aí os ânimos comecem a serenar.

Editores 4gnews recomendam:

  • PS5: stock volta a esgotar e a culpa é outra vez dos scalpers!
  • Estúdio de God of War trabalha em projeto 'secreto' para a PS5
  • Xiaomi: Redmi quer surpreender o mundo com smartphone gaming em 2021
Abílio Rodrigues
Abílio Rodrigues
Apaixonado por tecnologia desde que montou o seu primeiro computador, continua em fase lua-de-mel com tudo o que envolva um processador e permita umas sessões videolúdicas.