Coronavírus pode vir a afetar a produção de smartphones

Filipe Alves
Comentar

O Coronavírus é um dos mais assustadores do momento. O novo vírus atua como uma "normal gripe", contudo, parece resistir aos típicos antibióticos para tratar a doença nos humanos.

Com o aumento de casos deste nova gripe, analistas acreditam que é uma questão de tempo até que muitos setores sintam dificuldade de manter a produção. Nomeadamente os smartphones.

Produções de smartphones podem ser interrompidas

Produções de smartphones podem ser interrompidas

O analista Patrick Moorhead referiu à Blommberg é não vê um cenário onde o aumento dos doentes não abale a produção de smartphones.

Segundo a sua entrevista, Patrick refere que "se houver um grande problema em matéria-prima, fabricação, montagem, teste e remessa, será uma interrupção (na produção de smartphones)".

Shenzhen, é o local onde a maior parte dos smartphones de todo o mundo são construídos e para já ainda não teve nenhum caso assinalado no meio de 4474 já reportados. A China está em alerta máximo para tentar combater a gripe que está a assustar o mundo e ainda sem nenhum medicamento ou vacina para a resolução do seu problema, as medidas tem sido mais de contenção do que erradicação.

Apple pode ser seriamente afetada

Por sua vez, a Apple é uma das empresas que está, certamente, a olhar de forma ainda mais atenta. Isto porque a fábrica principal da Foxconn, empresa que fabrica o iPhone na China, fica situado em Zhengzhou, local onde já foram confirmadas 168 pessoas afetadas.

Se os doentes de Coronavírus continuarem a aumentar o mais provável é que a produção pause até que a situação seja resolvida. Até lá, continuaremos atentos ao desenvolvimento deste vírus.

Como ver os casos de Coronavírus em tempo real

Podes também ver um mapa que é constantemente atualizado com o número de doentes, mortos e recuperados. Até ao momento, o mapa marca 4474 pessoas afetadas com 107 mortos devido a esta gripe. Na Europa já tivemos 4 casos, 3 deles na França e 1 na Alemanha.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.