fifa alan smith

Para mim são tempos memoráveis, o meu primeiro vício sério no jogo FIFA foi no FIFA 2002. O jogo com gráficos da treta e jogadores com corcunda, faziam-me passar dias e noites grudados naqueles comandos cinza-rato da PlayStation.

Eu sei que para a maior parte das pessoas isto é uma treta, mas o ter de “bufar” o leitor de CD’s e estar com o coração nas mãos para a introdução da Playstation passar e o jogo arrancar, são momentos que nunca ei-de esquecer.

   

Hoje as coisas são diferentes e se dantes bufávamos, hoje mandamos arranjar. Mas se há coisas que mudam, outras nem por isso. No jogo FIFA 2002 e por aí fora tinha orgulho de saber a maior parte das frases que os relatadores diziam. Aquelas “personagens” que relatavam o meu jogo eram de facto emocionantes. Mesmo depois dos comentários em Português aparecerem não consegui mudar e continuei fiel àquele que considero o meu relatador/comentador preferido, Alan Smith.

Nesta rápida entrevista dá para termos uma noção de como o trabalho deles funciona e quem são realmente aquelas vozes por de trás do jogo. Aproveita para subscrever o nosso canal de Youtube para estares a par de tudo o que se passa na tecnologia!

Talvez queiras ver:

Fundador do projeto 4gnews, sempre olhei para a tecnologia como um pedaço de nós. Desde cedo ligado ao mundo tecnológico, este é literalmente o meu trabalho de sonho. Amante de vinho e apaixonado pelo meu Vit. Guimarães, acredito ainda que todas as nossas acções são o gatilho para o nosso futuro.