Condutora de um Tesla Model 3 faz implante no braço com a 'chave' do carro!

Vitor Urbano
Comentar

Os carros da Tesla continuam a crescer em termos de popularidade e em número de clientes. Entre os muitos avanços tecnológicos implementados pela fabricante, o Tesla Model 3 permite aos utilizadores abrir o carro e iniciar o motor com um cartão chave ou através da App móvel.

No entanto, Amie DD, uma developer de jogos e programadora, decidiu realizar um implante intra-pele com o chip que lhe permite abrir o seu Tesla Model 3. Desta forma, não vai precisar de 'carregar' o cartão de um lado para o outro, ou correr o risco de o perder.

Um processo 'simples', mas certamente doloroso!

Para conseguir realizar este pequeno projeto 'biohack', Amie teve de colocar o keycard da Tesla num recipiente com acetona e aguardar até que conseguisse remover o chip RFID. Depois, apenas precisou de colocar o chip num biopolímero, de forma a poder realizar o implante.

Como é óbvio, a última etapa deste projeto foi realizada por um profissional especializado em alterações corporais. Através da utilização de uma agulha oca, o especialista injetou o biopolímero com o chip RFID no seu braço direito. Podes ver parte do processo no vídeo publicado por Amie DD.

Infelizmente, no vídeo não é demonstrado o implante em funcionamento. Por isso, não há ainda forma de sabermos se este 'biohack' realmente funcionou. No entanto, não parecem existir grandes razões para que possa não ter sido bem-sucedido.

Esta não foi a primeira vez que Amie realizou um projeto 'biohack'

Há uns anos, Amie já tinha realizado um implante de um chip RFID na sua mão esquerda. Basicamente, a programadora revela que as funcionalidades do chip são exclusivamente de acessibilidade. Por exemplo, afirma que ao pegar num smartphone compatível, o chip abre automaticamente o seu website no browser do smartphone.

Outra das funcionalidades que salientou, foi a compatibilidade com a sua porta de casa. Ou seja, Amie não precisa de passar horas da sua vida à procura das chaves de casa, pois está literalmente dentro da sua mão.

Infelizmente, não conseguiu recolher as informações do keycard da Tesla, graças aos métodos de segurança implementados pela marca. Por isso, decidiu utilizar o próprio chip da Tesla, e realizar um segundo implante.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Vitor Urbano
Vitor Urbano
Sempre de mão-dada esteve a tecnologia, o desporto e o mundo gaming. Por isso, se não estiver a escrever sobre o que de novo há no mundo da tecnologia, o mais provável é estar a jogar uma partida de Ultimate Team no FIFA 19.