Com a nova série Pixel 6, Google responde à Apple com o Pixel Pass

Mónica Marques
Comentar

O Pixel Pass foi foi apresentado pela Google em conjunto com a nova série de smartphones Pixel 6 e parece ser a resposta da empresa ao Apple One.

O plano de assinatura inclui um dos dos novos terminais Pixel e atualizações regulares do equipamento.

Google Pixel Pass com armazenamento em nuvem e acesso a YouTube Premium

Google Pixel Pass

O Pixel Pass fez parte do conjunto de novidades apresentadas ontem pela Google no seu evento de outono. Trata-se de uma assinatura mensal que inclui um dos novos smartphones – Pixel 6 ou Pixel 6 Pro –, uma garantia ampliada, 200 GB de armazenamento em nuvem no Google One, Google Play Pass para acesso a aplicações sem anúncios na Play Store e YouTube Premium.

Acrescente-se ainda atualizações frequentes do equipamento móvel e uma espécie de seguro designado por Preferred Care que abrange reparações no dispositivo, causados por algum acidente.

O Google Pixel Pass com o PIxel 6 incluído está disponível por 45 dólares mensais, ou seja, cerca de 40 euros. Se o utilizador optar por esta assinatura com o Pixel 6 Pro incluído, o custo sobe para 55 dólares por mês, aproximadamente 50 euros.

Assinatura mensal Google está apenas disponível nos EUA

Todos os utilizadores interessados podem solicitar a assinatura através da Google Store ou do Google Fi. No entanto, nesta vaga de lançamento a assinatura Pixel Pass estará apenas disponível nos Estados Unidos da América. O que significa que apenas os utilizadores norte-americanos vão poder aproveitar a vantagem de pagar, de forma faseada, o novo smartphone Google e ter acesso às vantagens que cada um dos serviços incluídos oferece.

De acordo com a Google, o Pixel Pass pode beneficiar os utilizadores com vários descontos. Por exemplo, se esta assinatura tudo-em-um for adquirida através da Google Store é possível economizar até 294 dólares (ou seja, 250 euros) ao longo de dois anos. Já se a assinatura for obtida através do Google Fi, diz a empresa que os utilizadores podem poupar 4 dólares mensais (cerca de 3 euros) no plano mensal Fi, o que somado durante dois anos oferece uma poupança de 414 dólares, aproximadamente 350 euros.

Google Pixel Pass conjuga todos os serviços numa única assinatura

O Pixel Pass parece ser a resposta da Google à assinatura Apple One. Mas em vez de oferecer os serviços em separado, como a Apple faz, a Google resolveu conjugá-los todos na mesma assinatura.

E as semelhanças entre as duas assinaturas são mais que muitas. Senão vejamos: O YouTube Premium que inclui o YouTube Music Premium é o equivalente à Apple Music; Já a cobertura Preferred Care é em tudo parecida com o serviço Apple Care.

Neste sentido, a Google parece estar a seguir a estratégia da Apple com o lançamento de uma assinatura para impulsionar os seus serviços. Por outras palavras, está a oferecer um plano mensal que dá acesso não só a um equipamento Google como a todo um ecossistema da empresa. Desta forma, poderá também evitar que, após um determinado período de tempo, um utilizador Google resolva mudar para um concorrente.

Editores 4gnews recomendam:

Google Pixel 6: toda a verdade sobre os "cinco anos" de atualizações
Google Pixel 6 tem a ferramenta perfeita para apagar elementos indesejados nas fotos
Pixel 6 é oficial e chega com 8 GB de RAM e uma câmara dupla com um sensor de 50 megapixéis

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira.