Co-fundador da OnePlus comprou a Essential, empresa do "pai do Android"

Vitor Urbano
Comentar

Carl Pei, co-fundador da OnePlus, deu que falar ao abandonar a fabricante de smartphones para se aventurar num projeto pessoal ao qual chamou "Nothing". A sua nova empresa teve já um grande impacto, ainda que não tenha lançado nenhum produto, recebendo apoio de grandes nomes do mundo tecnológico.

Agora, voltam a estar no centro das atenções ao ter sido confirmado que a Nothing comprou a Essential, a empresa criada por Andy Rubin, o criador do Android. Relembro que a Essential prometia revolucionar a forma como olhávamos para os smartphones, mas acabou por ser um verdadeiro flop.

Nothing Essential

O que poderá a Essential significar para o futuro da Nothing?

Recentemente, Carl Pei confirmou que o primeiro produto a ser lançado pela sua nova startup seriam uns auriculares sem fios TWS. No entanto, esta nova aquisição poderá representar um salto muito importante para a Nothing.

Ainda não foram confirmadas informações sobre os planos da empresa do co-fundador da OnePlus, mas já circulam vários rumores que apontam para a aposta no lançamento de smartphones. Caso se venha a confirmar, será interessante ver como Carl Pei irá conseguir fazer frente à sua "antiga" empresa.

De acordo com o Intellectual Property Office do Reino Unido, esta aquisição resultou na transferência de marcas registadas, logótipos e a "marca" Essential para a Nothing. No entanto, parece pouco provável que decidam utilizar o nome da fabricante num possível lançamento de um smartphone.

Carl Pei tem uma vasta experiência no que respeita à criação de uma fabricante de smartphones e todo o processo de conquistar um mercado que está cada vez mais competitivo. Por isso, a sua chegada será muito bem recebida pela comunidade, esperando que traga uma lufada de ar fresco para o mundo dos smartphones.

Editores 4gnews recomendam:

Vitor Urbano
Vitor Urbano
Sempre de mão-dada esteve a tecnologia, o desporto e o mundo gaming. Por isso, se não estiver a escrever sobre o que de novo há no mundo da tecnologia, o mais provável é estar a jogar uma partida de Ultimate Team no FIFA 19.