Clubhouse levanta preocupações de segurança! Dados expostos na internet

Abílio Rodrigues
Comentar

Os responsáveis pela aplicação exclusiva para o iPhone Clubhouse confirmaram o vazamento de dados privados das conversas entre utilizadores no início desta semana. O esclarecimento foi tornado público depois de investigadores de segurança norte-americanos terem revelado que o áudio de algumas conversas foi publicado num outro website.

A rede social garante agora ter banido o responsável pela fuga e ter colocado em prática novas medidas de salvaguarda para impedir que as conversas voltem a ser expostas.

Clubhouse tinha garantido que era impossível ser atacada por hackers

Este incidente ocorre pouco depois da companhia ter afirmado ser impossível cair vítima de algum ataque por parte de hackers. Apesar do sucedido o ataque parece não ter tido uma natureza maliciosa, podendo até ter sido levado a cabo para demonstrar as fragilidades da plataforma.

Os responsáveis pela aplicação sentiram ser necessário reafirmar a segurança da Clubhouse depois de investigadores da Universidade de Stanford terem descoberto várias falhas de segurança.

Entre essas falhas estava o facto dos números de identificação dos utilizadores e salas de chat por eles criadas serem transmitidas em texto, sem qualquer encriptação.

Este facto pode permitir a sua associação a perfis específicos, contrariando a noção de privacidade apregoada pela companhia. Aliás foram até publicadas no YouTube algumas conversas de Elon Musk na Clubhouse.

Clubhouse é a rede social da moda

Se ainda não conheces a Clubhouse, esta é uma rede social que privilegia a voz. Ali não há comentários, mensagens privadas, fotografias (a não ser a de perfil), vídeos ou memes.

Os utilizadores juntam-se em salas (privadas ou públicas) que são divididas entre oradores e audiência. Um dos grandes elogios que se lhe pode fazer é que tem o potencial de te colocar a ouvir ou à conversa com algumas das pessoas que mais admiras, e pode ser vista como um híbrido entre a rádio e o formato de podcast.

A rede social é para já apenas acessível a quem tenha um iPhone ou iPad, mas é possível que chegue a outras plataformas num futuro próximo caso se mantenha o sucesso verificado nas últimas semanas.

Editores 4gnews recomendam:

  • Clubhouse: ainda não criaste conta, mas a app já sabe quem és
  • WhatsApp clarifica novos Termos de Serviço e critica a Telegram
  • Clubhouse: nova rede social regista “boom” em apenas duas semanas
Abílio Rodrigues
Abílio Rodrigues
Apaixonado por tecnologia desde que montou o seu primeiro computador, continua em fase lua-de-mel com tudo o que envolva um processador e permita umas sessões videolúdicas.