China prepara-se para lançar a sua 'Lua artificial' já em 2022

Filipe Alves

China prepara-se para lançar a sua Lua artificial já em 2022A China é um dos países com mais população no mundo. A nova medida, de lançar uma Lua artificial para o espaço é provavelmente uma das mais extravagantes até hoje.

Ainda que a China tenha uma presença forte no segmento Espacial, o país não é está propriamente na correria para descobrir novos planetas e aterrar em Marte. Em vez disso, o país oriental decidiu resolver um problema que vai afetando a sua energia.

Vê ainda: Envia o teu nome para o SOL com a nova missão da NASA

Trazer luz para milhões de pessoas não é simples, daí surgiu a ideia de criar uma lua artificial. Um satélite à órbita do planeta com capacidade para iluminar 8 a 10 vezes mais do que a lua e conseguirá iluminar mais de 80 quilómetros.

Lua artificial da China já está em fase de testes e será lançada em 2022

Ainda que isto pareça tirado de um filme de ficção científica, ao que parece, os planos estão prontos, os protótipos a funcionar e já tem data de lançamento.

Em 2022 a China acredita que já terá a sua lua artificial nos céus. De acordo com as informações, o seu satélite terá uma luz "calma" como se tratasse de um tarde escurecer. Isto para que a intensidade da luz não danifique a fauna e flora que habita em conjunto com o Ser Humano.

Se pensávamos que Elon Musk era louco por mandar um carro para o Espaço, que tal agora? Uma lua artificial?

Os detalhes do projeto não foram totalmente revelados, porém, acredita-se plenamente que mais informações se seguirão.

Afinal de contas não é todos os dias que pensamos em olhar para o céu e ver duas luas. Uma coisa é certa, o local que será iluminado por esta lua artificial ganhará um turismo repentino.

Editores 4gnews recomendam:

Esta foi a reação de Elon Musk ao ver a descolagem de Falcon Heavy

Criadores de WestWorld criam vídeo sobre o Falcon Heavy de Elon Musk

Xiaomi quer ver os seus produtos na primeira casa em Marte

Via

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.