China obriga Apple a remover o jogo Plague Inc. da App Store!

Vitor Urbano
Comentar

Depois de ter sido lançado em 2012, o jogo Plague Inc. voltou a saltar para as luzes da ribalta com o surto do Coronavírus, ocupando novamente os rankings dos jogos mais populares em praticamente todos os países, tanto para iOS como para Android. Agora, de acordo com o estúdio responsável pela sua criação - Ndemic Creations - o jogo foi removido da App Store na China.

Ao que parece, a Cyberspace Administration of China (CAC) apenas afirmou que o jogo "contém conteúdo que é ilegal na China", não apresentando nenhuma informação mais específica. A Ndemic já revelou que não sabem se esta remoção está diretamente ligada ao surto do Coronavírus que teve início na China, mas garantidamente parece que esse pode ser o caso.

Plague Inc iOS China Coronavírus

Plague Inc. tem como objetivo a criação de um vírus para aniquilar toda a raça Humana

Se não estás familiar com este jogo, a sua essência passa por criar e desenvolver um vírus, com o principal objetivo de conseguir matar "literalmente" toda a população mundial. Durante o processo de expansão e evolução, vais poder acompanhar notícias que vão sendo publicadas nos vários países, assim como montar uma estratégia de forma a inutilizar os esforços das várias nações para combater o teu vírus.

Este tipo de pico na popularidade do Plague Inc. não é um caso isolado, tendo já acontecido no passado quando eventos semelhantes ocorreram. Por exemplo, o jogo saltou para o primeiro lugar dos rankings também quando se começou a espalhar o medo sobre uma epidemia de Ébola.

Ndemic está a fazer tudo o que pode para voltar a repor o jogo na China

Através de um comunicado oficial, a Ndemic Creations revelou que está a fazer todos os possíveis para entrar em contacto com a CAC, de forma a conseguir perceber o porquê da remoção do seu jogo. No caso destas ações não estarem co-relacionadas com o surto do Coronavírus, visto que o jogo se encontra disponível há longos anos, existe uma outra possível explicação.

Numa das suas recentes atualizações, foi implementada uma nova funcionalidade de "Fake News", permitindo aos utilizadores criar a suas próprias notícias falsas de forma a "enganar o mundo".

A China tem um longo historial no que respeita à restrição e proibição de jogos no seu mercado. Mais concretamente, já foram tomadas ações em diversas ocasiões contra jogos que danifiquem éticas públicas, disturbem ordem social ou sabotagem a estabilidade social. Obviamente que, "Fake News" assenta que nem uma luva neste tipo de descrição.

Obviamente, o jogo continua disponível nos restantes mercados e também na plataforma Android, continuando a dominar os rankings. Dificilmente esta situação irá ser alterada enquanto o vírus não for controlado.

Editores 4gnews recomendam:

Vitor Urbano
Vitor Urbano
Sempre de mão-dada esteve a tecnologia, o desporto e o mundo gaming. Por isso, se não estiver a escrever sobre o que de novo há no mundo da tecnologia, o mais provável é estar a jogar uma partida de Ultimate Team no FIFA 19.