CES - Google Assistant tentará tirar Amazon Alexa do palco principal

Pedro Henrique
Google Assistant Amazon Alexa
A inteligência artificial da Google está melhor do que nunca

A Consumer Electronics Show (CES) 2018, em Las Vegas, é o palco que empresas como a Google ou a Amazon escolhem para revelar produtos ou parcerias a todo um público que, quer seja muito ou pouco entusiasta, acabará por ouvir falar nesses em caso de sucesso dos mesmos.

E se, por um lado, a Alexa da Amazon foi a estrela da CES do ano anterior, este ano parece que será a Google Assistant e a mostrar o que tem para dar. Isto porque, ainda que a Google consiga estar presente em todos os departamentos tecnológicos, há um onde a empresa de Jeff Bezos leva vantagem.

Vê ainda: LG G7 – Aplicação LG Pay refere o próximo topo de gama da marca

A Alexa está em quase todo o lado. Foram várias as empresas que, nos últimos anos, viram as vantagens numa aliança com a Amazon, de modo a conceder ao consumidor a melhor experiência possível através do contacto com uma assistente virtual, dotada de inteligência artificial.

Alexa da Amazon foi a estrela no ano passado. Conseguirá a Google Assistant ser a rainha este ano?

Consequentemente, não só se pode dizer que a Alexa está (bem) presente, como ainda é inteligente quanto baste para ser uma ajuda preciosa nas tarefas diárias. É também uma das mais dotadas, se não a melhor, dentro daquelas que são as suas concorrentes (ou amigas).

A Siri ainda tem muito por desenvolver e a Cortana continua onde estava em 2015. Já a Google, e a sua Google Assistant, parecem ser as únicas, por agora, capazes de enfrentar a Amazon e a sua assistente virtual.

Ora, depois do início de uma pequena guerra que envolve as duas empresas graças ao Echo Show, a Google parece ter arregaçado as mangas e vindo para a CES com toda a vontade que dela se poderia exigir, de modo a mostrar que também tem um produto de qualidade.

"Hey Google"! Pode ler-se em todo o lado, por Las Vegas inteira - exagerando é claro. Pelo menos é isso que a fonte da notícia parece indicar e que, como é óbvio, terá que ver com a presença arrebatadora da Google Assistant na CES e pouco mais.

Assim, sendo, só as próximas horas poderão mostrar o quanto a empresa que detém o motor de busca mais conhecido de todo o mundo irá comportar-se naquele que foi o palco da Amazon em 2017.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Microsoft. Windows 10 Mobile já está vacinado contra Meltdown e Spectre

Samsung Galaxy S9 e S9+ terão várias opções de armazenamento e RAM

Apple – TSMC ganha corrida à Samsung na produção dos processadores A12

Pedro Henrique
Pedro Henrique
Fã incondicional de tecnologia e cultura quer partilhar o conhecimento adquirido com todos.