Caixa do Huawei Mate 30 confirma alguns detalhes!

Filipe Alves
Comentar

O Huawei Mate 30 e Mate 30 Pro será revelado de forma oficial no dia 19 de setembro na Alemanha. Os rumores tem sido muitos e os prognósticos não são os melhores. Isto porque este poderá ser o primeiro smartphone da Huawei a ficar privado da Google Play Store e serviços Google.

Contudo, o Huawei Mate 30 será um terminal a ter em consideração certamente. Hoje temos a imagem da caixa do equipamento que nos confirma que o modelo "base" deverá chegar com 6GB de memória RAM e 128GB de armazenamento interno.

Caixa do Huawei Mate 30

Huawei Mate 30

Esta terminal em específico é desenhado para vender na China. Aliás, podemos confirmar isso mesmo pela descrição na caixa. Ou seja, este telemóvel não conta com os serviços Google com certeza, visto que este tipo de serviços não é permitido na China.

A caixa, infelizmente, não nos mostra muito mais. Há fabricantes que nos colocam a imagem do smartphone estampado, porém, não é o caso dos Huawei Mate.

Confirma-se ainda a presença de lentes LEICA no smartphone e ainda a nova característica "SuperSensing". Espera-se que esta câmara nos oferece mais qualidade em fotografias com baixa luminosidade e faça milagres na gravação de vídeo.

Huawei precisa de um Mate 30 irresistível

Se realmente o smartphone chegar às lojas a Huawei precisa mesmo de oferecer um smartphone irresistível. Os utilizadores continuarão a ter a possibilidade de comprar um telemóvel de qualidade, porém, terão de saber instalar os serviços Google por eles mesmo, visto que a Huawei não é permitida.

Está aqui um bico de obra que sinceramente estou curioso para ver como acontecerá. A Huawei tem mais do que capacidades para sair deste problema. Acima de tudo, acredito que este Mate 30 e Mate 30 Pro venham a ser terminais incríveis e só tenho receio que sejam seriamente prejudicados devido à falta destes serviços Google.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.