Burlas no MB Way: confirmada a primeira pena de prisão em Portugal

Bruno Coelho
Comentar

As burlas no MB Way tornaram-se um verdadeiro problema, principalmente para quem vende produtos usados em plataformas como o OLX. E esta semana surge a primeira pena de prisão que condena alguém praticava estas burlas em Portugal.

Tal como avança o Jornal de Notícias, o Tribunal de Setúbal condenou o líder de um grupo que terá lucrado cerca de 40 mil euros através de burlas no MB Way. O arguido foi condenado a quatro anos de prisão.

As acusações são de crime de burla informática e burla simples. Ao cabo de um ano, Fábio Farias terá liderado o referido esquema de burlas. Já havia sido detido anteriormente por outro crimes, acabando por continuar a praticar as burlas.

Os restantes três arguidos eram duas mulheres e um homem. Estes acabaram por ser condenados apenas a pena de multa, por darem os seus contactos e contas bancárias, que originaram os crimes.

Como funcionam as burlas no MB Way:

Este é um tema recorrente e que denunciamos aqui por várias vezes. O que normalmente acontece é que o burlão se mostra interessado num produto usado do vendedor, e tenta que o pagamento seja feito por MB Way.

Ao invés de pedir simplesmente o contacto do vendedor para fazer a transferência, o burlão faz acreditar a vítima de que é preciso um código para que este possa fazer a transferência. O código que o burlão tenta obter é a password de acesso à app do MB Way e que, em conjunto com o número de telefone, acaba por lhe dar acesso à conta da vítima. Em baixo deixamos-te vídeos a denunciar burlas, e como as podes evitar.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
O Nokia 3650 foi o primeiro grande mergulho no mundo tecnológico. Se o Football Manager e o cinema são dois dos seus escapes, o Macbook Pro é o melhor amigo. Escrever sobre tecnologia é o processo natural na vida de alguém que come especificações ao pequeno-almoço.