canonical-tablet-pc

Há uns anos atrás a Canonical, empresa responsável pelo desenvolvimento do Ubuntu, apresentou ao mundo um smartphone que tinha a peculiar possibilidade de se poder transformar num PC. Este equipamento ficou conhecido por Ubuntu Edge, mas o seu programa de financiamento acabou por não obter o sucesso desejado, acabando assim por ser cancelado.

Agora em 2016 a Canonical volta ao ataque, só que desta vez não o fará com um smartphone, mas sim com um tablet já existente no mercado. O tablet em questão é o Bq Aquaris M10, numa edição Ubuntu, e que poderá então entregar-te uma experiência muito semelhante à de um PC normal.

   

Este Aquaris M10 Ubuntu Edition tem um hardware idêntico à sua versão com Android, ou seja, um processador MediaTek MT8163 quad-core, 2GB de RAM, 16GB de memória interna expansível por microSD, ecrã de 10.1 polegadas com uma resolução de 1280 x 800 pixels e uma bateria de 7280 mAh. Logo por aqui podes constatar que o hardware utilizado para este tablet não é nada fora do comum, dadas as suas possibilidades.

Vê também: Meizu Pro 5 é fotografado a correr Ubuntu Touch

bq-aquaris-m10-ubuntu

Ora a própria Canonical diz que o cérebro da questão não está no hardware do equipamento, mas sim no software que o mesmo corre. Pois a versão do Ubuntu Touch usada neste Aquaris M10 tem a particularidade de ser convergente, ou seja, todas as aplicações utilizadas na versão desktop do Ubuntu podem ser igualmente utilizadas na sua versão móvel. Sim, é uma ideologia muito semelhante à da Microsoft, com o Windows 10, porém o CEO da empresa responsável pelo projeto diz não se tratar de uma cópia, mas sim de concorrência e de uma visão semelhante do futuro.

Mas e então como será possível tirar partido desta funcionalidade? Isso será bastante simples. Bastará adicionares um rato e um teclado, via Bluetooth, ao teu Aquaris M10 Ubuntu Edition e o mesmo converter-se-á automaticamente numa versão desktop do Ubuntu, com janelas e todo o tipo de recursos oferecidos por essa versão. Caso possuas uma cabo HDMI para ligares o tablet a um monitor, então as coisas tornam-se ainda mais idênticas a uma experiência PC.

canonical_ubuntu_m10_windowed_small.0

Pessoalmente acredito que este tipo de tecnologia seja efetivamente o futuro e como um admirador do mundo Linux, vejo-me a utilizar semelhante coisa. Ainda assim, por esta altura as coisas ainda devem estar “um pouco verdes” mas com o passar dos tempos, e como uma maior aceitação por parte dos utilizadores, podemos estar eventualmente perante a morte dos desktops, como os conhecemos atualmente.

Quanto ao preço e disponibilização deste Aquaris M10 Ubuntu Edition nada pormenorizado foi avançado, mas sabe-se que o mesmo será disponibilizado mais lá para meados deste ano.

Talvez queiras ver:

Fontethe verge
O gosto por tecnologia foi algo que esteve sempre dentro de mim. Com o crescer do mercado dos smartphones, também o meu entusiasmo com os mesmos aumentou. Já nos tempos livres, as séries são o meu principal mata-tempo.