Botão home no ecrã

Desde o início do conceito de smartphone (com ecrã táctil) que todos os iPhone e todos os Galaxy S têm o tão característico botão home… até agora. Com o Galaxy S8 a Samsung veio retirar esta característica fundamental da sua linguagem estética e, segundo os rumores, a Apple irá fazer o mesmo no iPhone X, o iPhone que celebrará o décimo aniversário do modelo.

Com a tendência de 2017 a ser no sentido do aumento da proporção dos ecrãs e diminuir dos contornos, ou bezels, podemos esperar um período de inovação e evolução tecnológica mais acentuado agora mesmo em 2017.

Começamos no ano passado com o Xiaomi Mi Mix, um equipamento praticamente sem contorno em três lados e mais recentemente o aqui falado projecto Valley da Samsung. Estes são dois claros exemplos do que deveremos esperar nos próximos tempos, um descolar da tendência retangular rígida.

   

Vê ainda: Depois do Galaxy S8: Já se fala do Galaxy X e do Note 8

Se olharmos para o caso do LG G6, a diminuição dos bezels é um movimento lógico, fácil e talvez mais natural, uma vez que a posição do botão home já era na traseira do equipamento, sem que por isso implicasse uma mudança de linguagem.

Quando olhamos para o Galaxy S8, a expansão do ecrã implicou alterações na linguagem formal do painel dianteiro com o eliminar por completo do botão físico home. No seu lugar, ficou um botão de software com feedback vibratório, sem capacidade biométrica, que nos deixa a pensar se alguns dos rumores de inconsistência de resultados não serão de facto verdade.

O certo, é que o sensor na parte traseira é uma quebra na linguagem formal da marca, assim como técnica, num equipamento que mostra ter tudo para receber uma tecnologia, que terá sido omitida por opção ou por limitação. Recordemos fevereiro do presente ano, em que os rumores mencionaram que esta Display Fingerprint Solution já deveria ser uma opção para o S8, assim como para o iPhone X.

O botão Home está em vias de extinção

Tendo sido uma limitação de hardware, podemos então começar a questionar os rumores da mesma tecnologia no iPhone X. Tendo também em conta que podem tratar-se de diferentes fornecedores e até tecnologias, a Apple terá sem dúvida mais tempo para a desenvolver e implementar.

Ainda assim, como no caso dos Galaxy, trata-se de omitir uma das características fundamentais da linguagem e funcionamento do iPhone, o botão home.

Apesar de ser comum ver utilizadores substituir o botão físico por botão no ecrã, sem dúvida que o transformar do botão outrora físico, poderá facilmente causar o mesmo tipo de reacção mista que a remoção do jack de 3,5mm.

Seja o gosto por um botão físico home uma questão de hábito ou comodidade, a necessidade de um botão físico home começa a diluir-se dando espaço a uma nova forma que irá encher os painéis frontais dos nossos equipamentos com o nosso conteúdo, arranjando forma de evoluir tecnologicamente para contornar as questões técnicas como o sensor biométrico.

Outros assuntos relevantes:

Microsoft apresentará as características da Xbox Project Scorpio esta semana

Preço do iPhone 8 poderá afinal não chegar aos 1000€

Nokia 6 ganhará nova cor durante o mês de abril

ViaAndroid Authority
FonteThe Investor
Com extrema admiração por tecnologia móvel e pela evolução tecnológica da nossa geração em geral, juntei-me à 4gnews para te trazer todas as novidades sobre este nosso mundo da tecnologia falada em português.