BlitzWolf BW-GC5 Review: cadeira gaming barata a ter em conta

Bruno Coelho

Se passas muito tempo a jogar à secretária, é fulcral que tenhas a postura mais correta. E é para isso que serve uma cadeira confortável e polivalente, como pode ser considerada a BlitzWolf BW-GC5.

Esta cadeira tem um aspeto e propósito gaming, mas nem por isso deixará de ser uma opção para quem procure algo económico para trabalhar com conforto a partir de casa. Conta com vários “extras” que me agradaram bastante, mas nem tudo é perfeito.

BlitzWolf BW-GC5

Primeiras impressões da BlitzWolf BW-GC5

A BlitzWolf é uma fabricante chinesa que entrou cá em casa há alguns anos com uma power bank, mais tarde uma tomada inteligente e até uns auriculares Bluetooth.

Quando surge a oportunidade de testar uma cadeira gaming desta marca, levanta curiosidade. E assim que abres a sua caixa com 19,5kg é hora de a montar com o auxílio de um manual de instruções bastante simples.

De referir que a montagem não é muito demorada, e o manual segue a linha do que já estou habituado com produtos do IKEA. A diferença aqui é que todos os parafusos já chegam colocados nos sítios corretos, e não terás de andar à procura deles nos vários "saquinhos".

BlitzWolf BW-GC5

Passar da minha cadeira mais económica do Ikea para esta, foi um salto notório. O mais relevante para mim foram mesmo as almofadas para apoio lombar e cervical, que fazem com que note menos dores ao fim de pouco tempo.

A construção desta cadeira gaming é satisfatória

Por pouco mais de 100€, não esperes que esta cadeira tenha uma construção de topo. Os materiais são baratos, e esta chegou com um pequeno rasgo no tecido por baixo do assento (que nada afeta a sua usabilidade, mas deve ser referido).

BlitzWolf BW-GC5

Podes ajustar a altura da cadeira entre 48 e 56 centímetros, e esta promete aguentar com utilizadores de até 180kg. Os descansos para os teus braços são ajustáveis em altura, para a frente ou para trás e para as laterais.

Outro ponto a favor desta cadeira é o descanso para pernas removível. Este é útil se estiveres a ver um filme, mas fica praticamente impossível de usar se estiveres encostado à secretária e esta estiver encostada a uma parede (por questões de espaço).

BltizWolf BW-GC5

Embora esta seja focada em gaming, o preto domina sobre o azul, o que faz com que não fique propriamente extravagante em qualquer setup. Mas isso também vai depender dos olhos de cada um.

Uma cadeira gaming com bom preço-qualidade

Esta é uma cadeira competente para o preço. Os materiais são satisfatórios sem impressionar, e demonstrou estabilidade nos vários dias de teste.

A adaptabilidade dos descansos de braço é muito boa, e a almofada de apoio lombar é generosa. No entanto, a almofada que fica atrás do pescoço está no limite para mim que tenho 170cm. Ou seja, uma pessoa maior pode ter problemas se a quiser usar.

BlitzWolf BW-GC5

O domínio da cor preta faz com que seja minimamente discreta, e pode dizer-se que é confortável e facilmente encontramos a posição correta. Em termos de altura existe uma boa flexibilidade, e podes simplesmente deitar-te nela se assim quiseres.

A almofada para apoiar as pernas é um bom extra. Mas para trabalho ou gaming encostado à secretária, acabei a usá-la perto de zero vezes. Mas ela está lá, e podes usá-la.

BlitzWolf BW-GC5

Vantagens da BlitzWolf BW-CG5

  • Confortável para o preço
  • Várias almofadas para apoio lombar, cervical e de pernas
  • Bastante ajustável no apoio de braços e costas

Desvantagens da BlitzWolf BW-CG5

  • Tecido por baixo do assento da cadeira chegou com um pequeno rasgo, denotando construção débil nesse ponto
  • Almofada para o pescoço será pouco usável para pessoas altas (fica no limite com 170cm)

BlitzWolf BW-GC5

Conclusão: Vale a pena comprar?

Se és gamer, esta é sem dúvida uma opção a ter em conta. Podes encontrá-la na Banggood pouco acima dos 120€ (aproveita o cupão BGCZPP para um desconto adicional), e é bastante polivalente para o preço.

Se estás a trabalhar em casa e procuras uma cadeira, tem atenção ao design mais virado para gaming. Se isso for um problema, deves procurar algo mais “clássico”. No conforto e usabilidade, não deve desiludir os utilizadores que procurem algo com boa qualidade-preço.

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.