BlackBerry KeyOne
BlackBerry KeyOne

Na passada Mobile World Congress deparei-me com um smartphone que me fez suspirar, exactamente, falo do novo BlackBerry KEYone. Este novo dispositivo da BlackBerry mostra-se quase perfeito e, não fosse em pequenos pormenores, diria que este seria o meu futuro equipamento.

Uma das vantagens de viver no Reino Unido é que a tecnologia chega mais cedo. Se vives nas terras da Rainha, já podes passar numa loja e escolher entre um LG G6, Xperia XZ Premium, BlackBerry KEYone ou mesmo Google Pixel. Alguns deles ainda em pré-venda, mas com datas de entrega já para a semana.

Vê ainda: Motorola: Incêndio ao carregar o smartphone destrói casa de família

   

Enquanto que em Portugal continuamos à espera que a LG se decida a mandar o sexy G6 para as lojas, esperamos ainda que a Sony se afirme com o XZ Premium e quanto ao Pixel e ao BlackBerry KEYone, possivelmente nem lhes verás as cores.

Depois de ter sido por alguns anos um orgulhoso utilizador Nexus, foi no iPhone 6 que o meu caminho mudou para a Apple. Acabei por trair o meu dispositivo momentaneamente com o Galaxy S7, mas acabei por esbanjar o meu dinheiro num iPhone 7 mal anunciado.

BlackBerry KeyOne: Este teclado é sexy demais!
Este teclado é sexy demais!

Quando pensava que tinha acalmado com as compras, eis que o Google Pixel chegou a UK e a minha carteira voltou a sofrer. Neste momento, o Pixel é o meu daily driver e sinto-me honestamente feliz com ele.

Mas há um smartphone que não me sai da cabeça. Um dispositivo com uma qualidade de construção sublime, uma câmara de qualidade, uma autonomia de meter inveja e um teclado físico digno de ser louvado.

O BlackBerry KEYone chegou ao Reino Unido com o valor de 499£, o equivalente a 550€, e ando-me a conter para não raspar o cartão. Isto porque o smartphone tem quase tudo o que sempre quis.

Aquele teclado leva-me à “memory lane”, numa altura onde os BlackBerry domavam o meu bolso com apenas 18 anos. Sempre fui entusiasta tecnológico e a BlackBerry foi uma das responsáveis por tal.

Mas aqui tenho de criticar fortemente o processador escolhido pela Canadiana para incorporar o seu flagship. O processador Qualcomm Snapdragon 625 é um bom chip, contudo, já há muitos anos que ando habituado a ter no bolso as melhores specs do mercado e investir tanto dinheiro em algo que não o seja leva-me à loucura.

O BlackBerry KEYone está quase, quase lá

Se ainda me questiono seriamente sobre a escolha do Snapdragon 821 para o LG G6, escusado dizer que o 625 no BlackBerry me tem chateado bastante.

Neste momento estou a testar o Bq Aquaris X com o processador Qualcomm Snapdragon 626 e até se safa bem, aliás, ainda não tive qualquer reclamação do mesmo, mas o Bq tem o valor de 289€ enquanto que o BlackBerry KEYone vai quase para o dobro.

Assim sendo BlackBerry… Não sei o que faça. Não me parece que compre o BlackBerry KEYone para deixar de lado o Google Pixel, porém, se o KEYone tivesse especificações idênticas não pensaria duas vezes.

Outros assuntos relacionados:

Razer começa a apostar no mobile gaming em diversos países

Instala o Android O no teu Nexus ou Pixel de uma forma simples!

Lamborghini Alpha One – O Smartphone que transpira cavalos de potência

Fundador do projeto 4gnews, sempre olhei para a tecnologia como um pedaço de nós. Desde cedo ligado ao mundo tecnológico, este é literalmente o meu trabalho de sonho. Amante de vinho e apaixonado pelo meu Vit. Guimarães, acredito ainda que todas as nossas acções são o gatilho para o nosso futuro.