Bixby do Galaxy S8 terá integração com todas as apps nativas

Filipe Alves

Para as pessoas que não estão a par do mundo tecnológico, Bixby pode até parecer o nome de um remédio para a tosse, mas vamos tratar as coisas pelos nomes para no futuro todos termos esse mesmo conhecimento.

A Samsung comprou uma empresa chamada Viv, esta empresa foi a responsável pela criação e integração da Siri nos iPhones. Ao longo deste ano, e depois desta compra, os rumores alimentaram a ideia que a Samsung estaria a preparar a sua própria Siri com o nome de Bixby.

Vê ainda: Cubot V2 Review: São os melhores 16€ que podes dar por uma smartband

Esta assistente virtual terá a capacidade de fazer algo mais do que a Siri, sendo que se espera que seja ainda baseada em inteligência artificial, tal como a Google Assistant.

fonte: www.depositphotos.com

De acordo com novas informações vindas da SamMobile (fonte), a Samsung está a preparar uma Bixby com capacidades acima da média na integração das suas apps nativas. Certamente para quem vive com a Siri não vai achar esta uma notícia fantástica ou inacreditável, mas para aqueles que tentaram desde o Galaxy S3 dar uso à "S Voice" sabem que este é um passo obrigatório e tardio.

O Samsung Galaxy S8 deverá ser apresentado na MWC17 em Barcelona e espera-se ainda que possamos ver um Galaxy S8 Plus em abril numa apresentação em Nova York.

A Samsung pode até estar um passo à frente no que toca a hardware, câmaras e especificações, mas quando olhamos para o software e o seu desenvolvimento temos de concordar que a empresa Sul-Coreana tem de melhorar.

Talvez queiras ver:

Facebook enganado pelas “notícias falsas” volta a questionar o problema de sempre

Relatório afirma que a Nokia apresentará cinco equipamentos em 2017

Xiaomi: Rumores apontam para novo Redmi Note 4X

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.