Bill Gates e União Europeia dedicam milhões para a Energia Verde na Europa

Rui Bacelar
Comentar

O fundador da Microsoft, filantropo e um dos homens recém-divorciados mais ricos do mundo dedica agora a sua atenção à Europa e ao controlo das emissões de carbono no nosso continente. Gates unirá esforços com a União Europeia para esta nova empreitada.

Mais concretamente, a parceria será efetuada entre a fundação Breaktrough Energy, financiada por Bill Gates e a União Europeia. O primeiro passo será a obtenção de até mil milhões de dólares, cerca de 819,2 milhões de euros para o desenvolvimento tecnológico.

Bill Gates quer atuar junto da União Europeia

This partnership between @Breakthrough Energy and the @EU_Commission will create jobs around the world, build sustainable global industries, and expand opportunity for billions: https://t.co/mg9LNkabev. Thank you to @EIB as well for your support. pic.twitter.com/HoJdAd6t0z

— Bill Gates (@BillGates) 2 de junho de 2021

O filantropo já terá assinado uma parceria com a União Europeia com o intuito de impulsionar as energias limpas, aponta o Euractiv, bem com o próprio Gates no seu perfil de Twitter. Aí, partilha também a pronúncia de Ursula von der Leyen, atual presidente da Comissão Europeia desde 2019.

“A Europa quer tornar-se o primeiro continente neutro em termos climáticos até 2050”, afirmou Ursula von der Leyen.

Para atingir este fim, ambas as partes trabalharão para conseguir reunir até 820 milhões de euros entre 2022 e 2026. Estes fundos serão então alocados ao desenvolvimento de novas tecnologias de produção energética mais limpa, reduzindo o impacto ambiental.

A parceria une a Europa e Bill Gates no novo "European Green Deal"

With the #EUGreenDeal, Europe can become the continent of climate innovation. Glad to invest with @BillGates and @Breakthrough Energy in next generation climate technologies. So the EU industry can reap the benefits of the green transition and create the jobs of tomorrow. pic.twitter.com/qRUITpzl8H

— Ursula von der Leyen (@vonderleyen) 2 de junho de 2021

Em particular, os seus esforços serão concentrados no hidrogénio que é produzido a partir de energia renovável, bem como a procura por novos combustíveis de aviação. De igual modo, tentarão também criar formas para remover o CO₂ em excesso na atmosfera para que este não venha a causar alterações climáticas como, por exemplo, o efeito de estufa.

Por fim, entre os objetivos apresentados para este novo "Green Deal" está o desenvolvimento de novas soluções para armazenamento a longo prazo de energia. Estes são os pontos ordenadores da iniciativa, de acordo com as partes envolvidas.

"A Europa quer tornar-se no primeiro continente neutro em termos climáticos até 2050 com o nosso European Green Deal. E a Europa também tem a grande oportunidade de se tornar o continente da inovação climática", afirmou von der Leyen.

A União Europeia a caminho da neutralidade carbónica até 2050

O objetivo foi definido pelas partes e apresentado pela atual presidente da Comissão Europeia, figura que nos deu a conhecer esta parceria com a “Breakthrough Energy Catalyst” de Bill Gates. A sua atuação primordial será o apoio financeiro e estrutural às empresas e investigadores, fomentando assim a criação de novas soluções pioneiras.

Em síntese, permitirá investimentos em massa na indústria e novas transformadoras que almejem trabalhar para este fim.

"O mundo não pode ficar à espera que as tecnologias se desenvolvam por si só", afirmou a Comissão. Nesse sentido, a União Europeia compromete-se a eliminar as emissões de gases carbónicos causadores do efeito de estufa até 2050.

Fruto desta parceria, acreditam as partes, surgirão aplicações em larga escala para reduzir o impacto da indústria na poluição ambiental. Esperam também fomentar vários projetos e demonstrações que ajudarão a reduzir o custo das tecnologias de redução carbónica.

O compromisso ecológico da União alinha assim os esforços do nosso continente na adoção de tecnologias mais verdes com a dedicação e empenho de Bill Gates na causa em questão.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.