Samsung Galaxy S8
A Samsung promete baterias duradouras para o novo Galaxy S8, 

Muito falados antes, mais ainda depois da apresentação. Samsung Galaxy S8 e S8+ foram revelados hoje oficialmente e estão prontos para fazerem as delicias do público fã da Samsung. Mas não só de fãs se fazem as marcas e a Samsung perdeu alguns durante 2016 devido ao incidente com a bateria dos Samsung Galaxy Note 7 (que fez o seu regresso ao mercado recentemente), levando a que este fosse retirado do mercado como medida de segurança.

E, na apresentação do Samsung Galaxy S8, apesar de não mencionar diretamente o sucedido com aquelas baterias, a empresa sul-coreana fez questão de reafirmar a segurança e todos os procedimentos pelos quais a bateria deste novo terminal tem de passar antes de chegar ao mercado.

Ver ainda: Samsung Galaxy S8: O que mudou desde o Galaxy S7

   

Naturalmente, após o sucedido, a gigante da Coreia do Sul quererá manter a confiança dos seus fieis seguidores e se possível conquistar mais alguns. E, para além de oferecer uma bateria que será completamente segura (alegadamente), esta também terá uma durabilidade bastante maior.


Esta informação foi partilhada pela Android Police, que, segundo o que conseguiu apurar, a Samsung terá desenvolvido um novo tipo de tecnologia que garante uma fantástica eficiência energética, extraindo o melhor das suas baterias, bem como fazendo um melhor aproveitamento da mesma.

Como é claro, outro papel importante na poupança de energia passará pelos processadores. O Samsung Galaxy S8 e S8+ serão os primeiros smartphones no mercado a receber os novos processadores Exynos 8895 da Samsung e Snapdragon 835 da Qualcomm, sendo que este ultimo será integrado no novo topo de gama apenas em alguns mercados, enquanto o primeiro chegará na versão internacional.

Na apresentação, DJ Koh fez questão de frisar o quão estes dois novos processadores de oito núcleos (octa-core), apesar da sua excelente performance, são também bastante eficientes a nível energético. Para tal, muito contribui a nova arquitectura de 10nm, que tem tudo para ser um sucesso através destes novos chipsets.

E que efeitos práticos terá tudo isto? A Samsung alega que as baterias terão maior durabilidade ao longo dos anos do que as baterias dos Galaxy S7 e S7 Edge. De acordo com a Android Police, a representantes da Samsung dizem mesmo que: “Durante um ano de carregamentos e descargas, o Galaxy S7 apenas mantinha 80% da capacidade total efectiva da sua bateria”, enquanto que, por outro lado, o Galaxy S8 e S8+ conseguirão elevar estes números para os 95% durante o mesmo periodo de tempo.

Vê também: Estes serão os preços e data de lançamento dos Galaxy S8

Os procedimentos técnicos que a Samsung levou a cabo para conseguir estes resultados não foram revelados, mas é certamente bom saber que as empresas começam a conseguir evitar o desgaste das baterias de lítio, que têm tendência a perderem a sua capacidade com o tempo mesmo com um uso moderado.

Quanto a nós, apenas poderemos ter certezas quanto à eficiência das baterias dos Samsung Galaxy S8 e S8+ quando houver resultados concretos, pelo que aguardaremos para confirmar estes factos.

Será a bateria dos novos topos de gama Samsung mais duradoura? Deixa nos comentários a tua opinião.

Outros temas relevantes:

Samsung DeX: Transformar o smartphone num PC de secretária está cada vez mais perto

Samsung Bixby: o Google Goggles com comandos de voz

Motorola: As novidades do Android Nougat para os Moto X

ViaAndroid Authority
FonteAndroid Police

Editor 4gnews e estudante de Direito, nos tempos livres é mais provável encontrar-me a explorar novos géneros musicais, filmes e séries e a passar um bom tempo com amigos e família.