Barco elétrico "voador" já acelera nos lagos da Suíça

Rui Bacelar
Comentar

O primeiro barco elétrico do mundo a desafiar as altas velocidades, sem ruído aparente ao rasgar as águas e minimizando as náuseas e enjoo dos ocupantes. Chama-se Candela Seven, é capaz de planar sobre a água e atinge velocidades de 55 km/h.

Configurando-se, mais concretamente, como lancha recreativa, este barco inovador, criado pela empresa sueca, Candela, reduz o consumo de energia e as perturbações causadas pelo atrito da água ao "voar" ligeiramente sobre a superfície.

O Candela Seven é um barco 100% elétrico

Barco elétrico Candela Seven

Ao atingir a velocidade crítica de 55 km/h, devido às guias na parte inferior da lancha, todo o corpo se eleva. Esta força elevatória minimiza consideravelmente a fricção da água e demais desvantagens causadas por esta força contrária ao movimento.

De acordo com o testemunho da empresa sueca, em notícia avançada pela agência Reuters, esta adaptação resulta na diminuição, em 80%, do consumo energético face a lanchas desportivas similares movidas a diesel.

A energia poupada é utilizada eficazmente para aumentar a autonomia do barco que chega aos 90 km. O barco é construído em fibra de carbono e conta com um computador de bordo que otimiza a posição e funcionamento da estrutura de navegação.

O barco inovador já se estreou na Suíça

O Candela Seven teve a sua estreia no Lago de Lucerna, na Suíça, esta semana durante uma iniciativa para atrair novos investidores. Desde o último ano, a empresa sueca entregou um total de 16 barcos elétricos aos consumidores.

Vale frisar que cada embarcação custa o equivalente a 250 mil euros, estando a empresa responsável a tentar fazer chegar o produto a novos mercados. Da comuta diária, em regiões com grandes lagos, à diversão, a utilização potencial é variada.

"Como não estamos constantemente a bater nas ondas, não temos a típica deslocação e oscilação do barco. O resultado é uma viagem agradável e tranquila", afirma Christian Vogel, importador suíço dos Candela à Reuters.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.