Avast pode ser o mais popular anti-vírus gratuito, mas está a vender os teus dados!

Vitor Urbano
Comentar

O Avast é um dos mais populares anti-vírus disponíveis para computadores que utilizam o sistema operativo Windows e também está disponível para smartphones Android. Com uma base de utilizadores que ultrapassa os 400 milhões, não é difícil imaginar o quão valiosa é a informação gerida pela empresa.

De acordo com uma investigação realizada pela PCMag e Motherboard, o Avast está a reunir informações recolhidas dos milhões de utilizadores e vender a algumas das maiores empresas do mundo. Os dados incluídos nestes pacotes são extremamente detalhados e pessoais.

Avast

Avast já ganhou (alegadamente) milhões de euros com este formato de negócio

Toda esta estratégia gira em torno da Jumpshot, uma subsidiária do Avast que organiza toda a informação recolhida e cria pacotes para vender a grandes empresas. De acordo com as informações publicadas na investigação, a empresa Omnicom pagou em 2019. quase 2 milhões de euros para aceder a uma ferramenta chamada "All Clicks Feed".

A descrição criada pela Jumpshot para promover esta ferramenta é tão assustadora quanto parece: "Todas as pesquisas. Todos os cliques. Todas as compras. Em todos os sites". Basicamente, esta ferramenta concede acesso a uma base de dados onde são compiladas todas as ações de utilizadores do Avast em determinados mercados.

O Avast afirma que os utilizadores precisam de autorizar a partilha de informações para que a sua informação seja utilizada. No entanto, muitos afirma que não faziam ideia de que a empresa estava a comercializar as informações recolhidas. Como podes ver na imagem em baixo, nas definições de privacidade do anti-vírus, não é feita qualquer referência à possível venda de informações.

Avast privacidade

Entre as várias empresas identificadas na investigação, está presente a Google, Expedia, Intuit, Keurig, Condé Nast, Sephora, Loreal e muito mais.

Informações recolhidas pelo Avast podem colocar os utilizadores em risco

De acordo com o Avast, as informações recolhidas e depois vendidas, não incluem nenhuma informação pessoal sobre os utilizadores, como nome, contacto e morada. No entanto, a possibilidade de um hacker conseguir forçar o acesso a estas informações é bastante alta.

Por isso, apesar de ser uma das mais populares ofertas no que respeita a anti-vírus gratuitos, poderá não ser a opção perfeita para garantires que as tuas informações estão seguras.

Editores 4gnews recomendam:

Vitor Urbano
Vitor Urbano
Sempre de mão-dada esteve a tecnologia, o desporto e o mundo gaming. Por isso, se não estiver a escrever sobre o que de novo há no mundo da tecnologia, o mais provável é estar a jogar uma partida de Ultimate Team no FIFA 19.